VISUALIZAÇÕES
Contador de visitas

O prefeito Zezinho garante que continuará construindo casas e oferecendo qualidade de vida para sua comunidade.

No seu quarto mandato à frente do município de Palminópolis – cidade com 4 mil habitantes –, o prefeito Eurípedes Custódio Borges (Zezinho), é conhecido e respeitado como um administrador público exemplar. Eleito e reeleito por duas vezes, em quatro mandatos Zezinho mudou a história de Palminópolis. Com muito trabalho e compromisso com o ser humano em primeiro lugar, suas gestões foram marcadas pela melhoria na qualidade de vida da sua população.

De acordo com Zezinho, para ser um prefeito comprometido com o bem-estar social da sua gente, não existe segredo ou milagre, as conquistas aparecem na medida em que se administra valorizando o bem comum. “Sobretudo, trabalhando consciente das suas obrigações. Não comprometer o erário público com dívidas; honrar os compromissos com rigor e estar comprometido para com as necessidades da população”, frisa ele.  Seu lema é: “Nós fazemos tudo aquilo que o dinheiro dá conta de pagar. E a população pode ter certeza que todo dinheiro que entra nos cofres da prefeitura é investido na comunidade”, ressalta.

Zezinho garante que vai continuar a construir casas, mantendo sua meta como o prefeito que mais construiu moradias em toda a história do município. Atitude que o posicionou proporcionalmente, como recordista nacional na construção de casas populares no pleito anterior. “Temos um terreno na justiça, mas já compramos outro, no qual estamos terminando de fazer a liberação do loteamento”, esclarece.

Também determinado a continuar com o seu propósito de melhorias na qualidade do ensino no município, Zezinho esteve duas vezes com o ministro da Educação, Mendonça Filho, e o resultado desse esforço foi a autorização para a construção de uma escola com 12 salas de período integral, as quais serão transformadas em 20 salas, para atender 15 alunos cada uma. “Somos o único município goiano que tem todos os alunos da rede municipal de ensino em tempo integral e o dobro de professores de qualquer escola normal”, afirma.

Segundo ele, está previsto para breve a inauguração da Praça José Tobias, um anseio dos moradores dos setores José Tobias, Pôr do Sol e Domiciano. A obra com investimento em torno de R$ 300 mil será a maior praça da cidade, numa parceria entre a prefeitura e o Governo do Estado, através de Agência Goiana de Habitação (Agehab). Com 94% já construída, esta praça é um projeto, iniciado no mandato anterior, quando também foram construídas 41 casas populares no setor que leva o seu nome.

O Hospital Municipal João Vitorino, que foi construído na gestão 1993/1996, conta com 16 leitos e atende a pacientes de baixa e média complexidade. Para suprir essa demanda, no ano passado a prefeitura adquiriu, com recursos próprios, e de emendas parlamentares, vários equipamentos. Agora, mais R$ 450 mil, por meio de emendas dos deputados federais, Roberto Balestra e Jovair Arantes, foram destinados à aquisição de equipamentos considerados essenciais.

Em atenção às determinações do Ministério Público, a prefeitura realizou recentemente, concurso para a contratação de mais cinco médicos, para o qual foram inscritos mais de 40 candidatos. Como se trata de concurso público, os profissionais aprovados passarão a pertencer ao quadro de efetivos da prefeitura. E o Hospital Municipal continuará ofertando o atendimento 24 horas com mais qualidade, no que se refere à disponibilidade de médicos. Atualmente duas ambulâncias atendem o município. Através de uma emenda parlamentar foi adquirida mais uma. E, outras duas estão em processo de licitação, sendo uma delas UTI Móvel.

Desde o seu primeiro mandato, em 1996, o prefeito Zezinho também vem dando total atenção à lavoura comunitária. Iniciativa considerada pioneira da sua administração. A safra do ano passado, o plantio não foi possível por falta de área disponível. Ainda assim, conseguiu plantar com recursos próprios, 13,84 alqueires de arroz, obtendo uma produção estimada em 1.700 sacas de 60 Kg.

Mesmo com todo esse esforço, o prefeito considerou que o rendimento não foi bom, porque depois de seco e embalado, segundo ele, o produto poderá sofrer uma redução. Entretanto, a produção será distribuída pela Secretaria de Assistência Social, sob a administração da primeira-dama Maria Divina Borges, para atender mensalmente mais de 500 famílias carentes do município.  A outra parte será destinada à Casa da Alimentação, que se encarrega de preparar diariamente mais de 600 refeições para à escola de tempo integral, casa do idoso e  hospital municipal.

Por: Dilson Paiva