Nesse domingo, 30, São Luís de Montes Belos foi pega de surpresa com a notícia da morte de Humberto Camilo de Faria, 38. A surpresa foi pela forma violenta que ele morreu. De arma empunho, Humberto tentou assaltar um policial militar que reagiu e o matou. O fato aconteceu por volta de 21 horas de sábado, na Rua C-247, Setor Jardim América.

De acordo com o policial militar Cabo Dantas, Humberto lhe deu voz de assalto utilizando um revólver calibre 32. Que a reação foi imediata vindo a alvejar o criminoso com apenas um disparo na cabeça. Humberto, que morreu no local, estava acompanhado de uma mulher identificada por Manuela Cristina Lopes Vaz, que foi presa em flagrante.

O casal estava em um Citroen/C3 GLX, que havia sido roubado dias antes. Segundo a Polícia Militar, Humberto possuía várias passagens pela polícia pelos crimes de roubo, roubo à residência e desacato. O médico de uma Unidade de Suporte Avançado do Corpo de Bombeiros, que atendeu a ocorrência, atestou o óbito no local do fato.

Humberto Camilo Vaz era de São Luís de Montes Belos, filho de pais separados, a mãe dele é a comerciante e ex-candidata a vereadora Eva Camilo de Faria. O pai, Geraldo Pinto de Faria, mora em Goiânia. Humberto era técnico em informática e tido pelos amigos como excelente em matemática. Contrariando a todos, ele vivia uma vida conturbada, mas ninguém esperava que ele fosse morto dessa forma.

Equipes da delegacia de investigação de crimes de homicídios, IML e Polícia Técnico Científica compareceram ao local. O Cabo Dantas se apresentou à Polícia Militar, relatou o fato e foi liberado em seguida. Por manter vínculos familiares em Mossâmedes, Humberto foi sepultado no cemitério municipal daquela cidade.

Por: Edivaldo do Jornal