Há pouco mais de sete meses no cargo, através de uma Decisão Liminar concedida por um ministro do Tribunal Superior Eleitoral, o prefeito de São Luís de Montes Belos, Major Eldecírio da Silva poderá ter que enfrentar nos próximos dias o maior percalço da sua gestão. Na sessão ordinária da Câmara Municipal, desta terça-feira, 5, o vereador Batista da Saúde foi à tribuna e defendeu a criação de uma Comissão Especial de Investigação – CEI – para apurar denúncias relacionadas a compras de peças para veículos do município.

A denúncia partiu do vereador Alex dos Garis. Segundo ele, a prefeitura teria comprado, de forma suspeita, uma peça para uma Van que não existe na frota do município. “Usaram a placa de uma Van da marca Citroen/Jumper numa Van da marca Renalt, que não existe. Além disso, a peça adquirida no valor superior a R$ 15 mil, no mercado é encontrada por R$ 2.500,00”, disse Alex.

O vereador Alex citou outras compras que, segundo ele, também devem ser objetos a serem investigados com rigor. “É inadmissível ver o dinheiro público sendo gasto dessa forma. Dinheiro esse que está faltando nas áreas mais importantes da administração, como a saúde por exemplo. Onde reclamam que faltam medicamentos e simples materiais de trabalho. Sem falar que até material de limpeza está faltando e quase todos os órgãos do município”, disse.

Para a criação de uma Comissão Especial de Investigação – CEI – são necessários preencher alguns requisitos. Dentre eles, que o Requerimento seja assinado por pelo menos cinco vereadores e aprovado por maioria simples. Para uma eventual cassação do mandato do prefeito, são necessários os votos favoráveis de 9 vereadores.

Esta reportagem tentou falar com o prefeito Major Eldecírio sobre o caso, através de sua assessoria de imprensa, mas até o momento ela não se manifestou. O espaço fica aberto.

A matéria completa sobre esse assunto será publicada na edição impressa do A Voz do Povo, que estará circulando no início da próxima semana.

Por: Edivaldo do Jornal