Esta foi a pergunta que não se calou no final da semana que passou em São Luís de Montes Belos, depois que circulou a informação que o vereador Alex dos Garis (PSL) havia se reunido com o prefeito Major Eldecírio (PDT), acertado suas diferenças e que ele iria assumir a Secretaria Municipal de Obras.

A informação pegou a muitos de surpresa pelo fato de Alex dos Garis, apesar de ter sido eleito no grupo do prefeito, hoje ser a sua maior oposição dele na Câmara Municipal e o seu maior adversário político do município. Com uma atuação firme e fiscalizatória, o vereador conquistou o seu espaço na ala oposicionista.

A surpresa é maior ainda para quem acompanha os vídeos e mensagens produzidos por Alex nas redes sociais, onde ele não mede as palavras para criticar o prefeito e mostrar a sua indignação com as coisas que ele considera erradas, realizadas pela administração municipal.

A indagação maior sobre essa reaproximação do vereador com o prefeito é porque ela acontece envolta de muitas coincidências. A maior delas é que a Câmara Municipal está prestes a votar um pedido de criação de uma comissão para investigar o prefeito por supostas compras irregulares de peças para veículos. O vereador Alex é o autor das denúncias.

No dia em que o vereador Batista da Saúde anunciou na tribuna que essa CEI deveria ser criada, o principal aliado do prefeito Major Eldecírio, Elder Cocá, teve a sua demissão anunciada. De acordo com Alex dos Garis, Cocá teria sido o principal motivo do seu rompimento com o prefeito.

O afastamento de Cocá seria a abertura do caminho para trazer de volta ao grupo o vereador Alex dos Garis e assim enterrar de vez a possibilidade de o prefeito ser investigado pela Câmara Municipal? Este é o principal questionamento feito nos bastidores.

Nem o vereador Alex dos Garis e nem o prefeito Major Eldecírio vieram à público explicar o que motivou essa nova aliança. A esta reportagem o vereador disse que a situação não é bem do jeito que está sendo anunciado.

Segundo ele, o prefeito realmente o convidou para assumir a Secretaria de Obras do município, garantindo-lhe carta branca para o que for necessário, mas que ele não aceitou. “Eu me coloquei à disposição do prefeito para acompanhar as obras que serão realizadas no município, mas como vereador. Só isso”, disse ele.

Alex não soube responder, de forma precisa, como ele atuará nos dois lados, como vereador e como auxiliar do prefeito no acompanhamento das ações na Secretaria de Obras. Questionado se ele irá continuar com o mesmo ritmo de fiscalização, Alex dos Garis afirma que sim, mas quando perguntado se isso não irá atrapalhar a sua relação com o prefeito, ele responde que acredita que não irá.

Sobre a criação da Comissão Especial de Investigação (CEI) a ser criada na Câmara Municipal, o vereador Alex afirma que irá assiná-la e se for preciso votará a favor da cassação do mandato do prefeito, pois sendo ele o autor das denúncias, ele sabe como ninguém da gravidade das mesmas.

Não está descartada a possibilidade de o pedido de criação desta CEI ser aprovado pelos vereadores na sessão desta terça-feira, 19. Para que isso aconteça são necessários apenas sete votos. Hoje o prefeito conta com apenas três vereadores na sua base de apoio. Sendo eles: Joaquim Monteiro, Júnior da Receita e Maria dos Anjos.

Caso o vereador Alex dos Garis resolva aceitar assumir a Secretaria Municipal de Obras, o suplente que assumirá a sua vaga na Câmara é o empresário Geraldo Benfica (PPS), que pertence à base aliada do prefeito. Caso isso ocorra, o prefeito aumentaria mais vereador no seu grupo e, em tese, poderia abortar a criação da CEI, uma vez que o autor das denúncias não estaria mais na Câmara Municipal.

O prefeito Major Eldecírio foi procurado por esta reportagem para falar sobre o assunto, mas preferiu o silêncio. Ele não retornou aos nossos contatos. Esta não é a primeira vez que o prefeito evita falar com a reportagem do Jornal A Voz do Povo. Porém, a bem da informação e do compromisso com o bom jornalismo, ele sempre será procurado para falar em casos onde o nome dele ou de sua equipe estejam relacionados.

Por: Eduardo Guedes