A Polícia Militar Rodoviária Estadual (PRE) do Estado do Mato Grosso do Sul, prendeu na noite de sábado (3), em Amambai-MT, quatro elementos e com eles apreendeu 750 quilos de maconha.

A prisão se deu após os policiais notarem o nervosismo dos ocupantes do primeiro veículo e ao parar segundo carro, encontraram o entorpecente. A droga em tabletes era transportada no interior de um Hyundai Tucson cor prata, placas de Goiânia-GO, segundo a PRE, com queixa de roubo.

A apreensão do veículo com a droga, a prisão do motorista, Lucas Martins Vieira, de 23 anos, morador em Iporá-GO e a prisão de outros três indivíduos que estavam em um Fox, supostamente servindo de “batedores de estrada”, aconteceu durante barreira montada na Rodovia MS-156 entre Amambai a Caarapó. Primeiramente, segundo a PRE, foi abordado o Fox cor cinza, placas de São Luís dos Montes Belos-GO.

No carro estava Silvio Eduardo Farias Mello, de 29 anos, morador em Palminópolis-GO, segundo ele já com passagem por tráfico em 2015 em Nova Andradina, Mato Grosso do Sul, Kássio Arlan da Silva, 27 anos (foto), morador de São Luís dos Montes Belos-GO, segundo ele com passagem por furto e roubo no estado de Goiás em 2016 e Elvis Ferreira da Silva, de 24 anos, com dupla residência, em Campo Grande-MT, em Mato Grosso do Sul e em Águas Lindas de Goiás, segundo ele já com passagem pela polícia pelo crime de receptação em 2016 na cidade de Ponta Porã.

Logo após a abordagem do Fox, segundo a polícia se aproximou o Tucson com a droga. Segundo o condutor, Lucas Martins, ele foi contratado na cidade de Goiânia e receberia R$ 5 mil para levar o carregamento de maconha de Coronel Sapucaia, fronteira com o Paraguai, até seu estado de origem.

Já os ocupantes do Fox disseram ter vindo de Campo Grande, onde estariam na casa de Elvis, para Amambai para visitar uma ex-namorada de Elvis e após uma festa na casa da mulher, que não souberam precisar o endereço, segundo a polícia, estariam voltando para a capital sul-mato-grossense.

Eles negaram envolvimento com o carregamento de drogas apesar de que, segundo relatou a PRE no boletim de ocorrência, nos dois veículos foram encontrados telefones celulares contento os mesmos contatos, o que se conclui, de acordo com a polícia, que os ocupantes do Fox e do Hyundai Tucson estavam mantendo contato entre si.

Conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil de Amambai os quatro homens, os três ocupantes do Fox e Lucas Martins, foram autuados em flagrante pelo delegado, Dr. Fabrício Dias dos Santos, por tráfico interestadual de drogas e adulteração de sinal de veículo automotor.

O quarteto será submetido a audiência de custódia na tarte desta segunda-feira, 5 de fevereiro, junto ao Poder Judiciário em Amambai onde o juiz decidirá se mantém a prisão ou libera os acusados para responder ao processo em liberdade.

Com informações do Ponta Porã Agora