Um trágico acidente, ocorrido no final da noite desse sábado,24, por volta de 23h30, na Rodovia GO-060, próximo ao Castros Motel, entre São Luís de Montes Belos e Firminópolis, envolvendo um carro de passeio e uma caminhonete, resultou em uma vítima fatal e outra com lesões leves.  

O condutor do GM Celta, placas: NLA-2213, o comerciante Jorge Pires, de apenas 27 anos, morreu no local do acidente. Uma equipe do Samu de São Luís chegou rapidamente ao local, mas a vítima já estava sem vida. O condutor do outro veículo, uma caminhonete Hylux, sofreu apenas ferimentos leves.

De acordo com informações extraoficiais, a caminhonete atingiu a parte traseira do Celta e o mesmo em seguida saiu da pista. Diante do forte impacto, Jorginho, como era mais conhecido, não resistiu e veio à óbito.

A vítima tinha uma oficina e auto peças para motocicletas no centro de São Luís de Montes Belos. Ele era solteiro e morava com a mãe na cidade de Firminópolis. Apesar de muito novo, o jovem era tido como um homem muito responsável e cumpridor de seus deveres. Ele deixa uma legião de amigos.

Segundo informações das redes sociais, o motorista da caminhonete teria ficado em choque com a situação. Ele disse à Polícia Militar Rodoviária que antes da colisão o GM Celta teria rodado algumas vezes e invadido da pista dele quando fazia uma curva. Ele passou pelo teste do bafômetro, o qual comprovou que ele não havia ingerido bebida alcoólica.

O condutor da caminhonete disse ainda que não estava em alta velocidade, mas que infelizmente não conseguiu parar a tempo e acabou batendo na traseira do veículo. A notícia sobre o acidente se espalhou rapidamente pela internet e causou comoção entre as pessoas que conheciam o comerciante.

Segundo uma amiga de Jorginho, ela e o irmão passaram os últimos momentos com ele na casa dela. Ela conta que o amigo estava muito alegre durante o tempo em que esteve em sua companhia. “Sentimos demais a perda desse grande amigo. Vamos sempre lembrar do seu sorriso”, disse ela.

A amiga, que pediu para não ter a sua identidade revelada, conta ainda que Jorginho chegou em sua casa por volta de 13 horas e foi embora as 21 horas. “Ele foi em Firminópolis, na sua casa, tomar banho, voltou para São Luís e foi no retorno que a tragédia aconteceu”, conta ela.

Uma parte da rodovia ficou interditada até às 2h30 para que os veículos envolvidos no acidente fossem retirados do local. Em seguida a pista foi liberada.

TRISTE COINCIDÊNCIA

Há cerca de 8 anos, nesta mesma rodovia, a poucos quilômetros do local onde Jorginho perdeu a vida, o pai dele, o Sargento Pires, morreu em situação idêntica. Pires se envolveu em um acidente e veio a óbito também no local.

Por: Edivaldo do Jornal / Fotos: Redes Sociais