Não bastasse o sofrimento de também passar por uma cirurgia onde retirou uma de suas mamas, servidora pública do município de São Luís de Montes Belos, que terá a sua identidade preservada nesta matéria, enfrenta agora o desafio de ter que cuidar do marido que acaba de ser diagnosticado com Câncer na garganta em estágio muito avançado.

Sem nenhuma condição financeira, o casal mora e convive numa residência humilde e enfrenta muitas dificuldades. A renda é de apenas um salário mínimo, que a servidora acredita ser de sua aposentadoria. Ela não tem certeza se está aposentada ou se recebe apenas um benefício. O fato é que a situação financeira do casal não é das melhores.

O marido, que também não será identificado, que está acamado há algumas semanas, esteve no Hospital Municipal de São Luís recentemente quando foi atendido por dois médicos. A esposa afirma que a situação dele piorou depois desse atendimento, tanto que ele foi encaminhado para Goiânia em seguida.

Atendido no Hospital Araújo Jorge, unidade referência no Estado no tratamento de Câncer, o paciente recebeu atendimento, foi medicado e dispensado. Voltou novamente para São Luís, frustrando a família e a todos que pensavam que ele iria passar por cirurgia e ficar internado.

No início da noite deste sábado, esta reportagem esteve na residência do casal e registrou cenas que chocam e emocionam. Atendendo ao pedido feito por esta reportagem, um dos médicos que atenderam o paciente no Hospital Municipal, esteve no local e fez uma avaliação da situação do mesmo.

De acordo com o profissional, o quadro do paciente é grave e que ele precisa de acompanhamento e tratamento que o ajude a se alimentar. Outro médico, que providenciou a realização de uma biopsia do paciente, também falou com essa reportagem. Segundo ele, nos próximos dias será realizado um procedimento cirúrgico que facilitará a alimentação do paciente através de um dreno.

O Câncer foi diagnosticado na região da garganta. A esposa reluta em acreditar que seja essa a doença que deixou o marido imobilizado na cama. Ela conta que tudo começou com uma queda que ele sofreu na porta de casa, ao cair de uma bicicleta.

Diante da situação, a família clama por ajuda da população. O casal precisa de tudo. Principalmente de medicamentos e alimentos. Quem puder ajudar é só entrar em contato pelo telefone: 64. 99241-5924. Ou pessoalmente na residência do casal, que fica na Rua Serra Dourada, nos fundos da Conab.

A esposa conta que buscou por ajuda do município, mas que infelizmente não encontrou na medida em que precisa. Prova disso é a situação em que se encontra o casal. Esta reportagem tentou, porém sem sucesso, falar com a primeira-dama e secretária municipal de saúde, Nadma Melo, para ouvir dela o que o município poderá fazer no caso.

Para efeito de informação, a equipe do prefeito Major Eldecírio está orientada a não falar com o Jornal A Voz do Povo, mesmo diante de uma grave situação como esta. Mas em nome do bom jornalismo, os veículos do A Voz do Povo sempre buscarão ouvir também o outro lado da história.

Por: Edivaldo do Jornal