Marinaldo de Oliveira, 43, foi preso no último dia 14 de setembro, na cidade de General Carneiro-MT. Ele estava foragido há mais de 10 anos. Ele é o autor do assassinato do auxiliar de serviços gerais, Carlos Roberto Ribeiro de Souza, na época com 37 anos. O crime aconteceu em 22 julho de 2008, em São Luís de Montes Belos.

A prisão de Marinaldo só foi possível graças ao emprenho da Polícia Civil de São Luís de Montes Belos, que com o apoio de colegas de General Carneiro-MT, se desdobrou em um minucioso trabalho investigativo que culminou com a prisão do assassino. Prisão tão esperada pela família da vítima.

Marinaldo, que natural de Araguaína-TO, após cometer o crime evadiu-se da cidade de São Luís de Montes Belos e desde então estava foragido. Ele tirou a vida do auxiliar de serviços gerais com dois disparos. Um na cabeça e outro na nuca. Carlão morreu no local.

Na época, apurou-se que a motivação do crime foi uma discussão banal sobre uma pescaria, iniciada quando a vítima teria dito que só iria dirigindo carro se ele não fosse responsável por pagar qualquer estrago que viesse acontecer com o veículo. Isso teria sido o bastante para que Marinaldo fosse à sua casa e buscasse uma arma, que não foi identificada, para tirar a vida do amigo.

Pela amizade dos dois, todos ficaram sem entender o porquê de Marinaldo, que também era conhecido por “Rupiado”, matar o próprio amigo. Na ocasião esta pergunta ficou sem resposta. Carlão foi alvejado no momento em que estava sentado na porta de um Bar, no Setor Morada Nova. Ele recebeu socorro médico, mas já era tarde.

Antes de matar o amigo, Rupiado teria dito a ele que aquela era a hora acertar as contas. Carlão respondeu ao assassino que não tinha nada para acertar com ele. Em seguida ele foi atingido pelos disparos. Após cometer o crime autor fugiu.

Carlão estava sentado na porta do bar porque ele estava há vários anos sem trabalhar por motivos de saúde. Ele era portado de Polineuropatia (um distúrbio neurológico que ocorre quando simultaneamente muitos nervos periféricos por todo o corpo deixam de funcionar corretamente) o que o deixava impossibilitado para o trabalho.

Marinaldo ainda está preso na cidade de General Carneiro. Ele foi preso pelos policiais civis no sábado, 15, mesmo em pleno fim de semana a Polícia Civil se empenhava na prisão do foragido. É possível que ele seja recambiado para São Luís de Montes Belos, onde deverá cumprir a uma pena de aproximadamente 10 anos de reclusão. Rupiado não compareceu a nenhuma das audiências que deveria comparecer. Ele foi condenado à revelia.

Esta matéria será atualizada antes da publicação na versão impressa do A Voz do Povo, que irá circular nos próximos dias.

Edivaldo do Jornal