O futuro governador de Goiás disse que fará de tudo para ter uma transição tranquila

Logo nas primeiras horas após o resultado da eleição para governador, o senador Ronaldo Caiado (DEM), eleito com mais de 60% dos votos válidos de Goiás, concedeu entrevista coletiva no escritório de campanha e, logo em seguida, ele foi  para o comitê a fim de comemorar a vitória. Caiado chegou a pé e foi recebido por centenas de amigos, parentes, apoiadores e lideranças políticas.

O futuro governador de Goiás disse que fará de tudo para ter uma transição tranquila e que hoje, após o resultado das eleições recebeu uma ligação do governador José Eliton. “Ele me disse que amanhã fará uma reunião com o secretariado e eu solicitei que tenhamos o mais rápido possível uma equipe de transição, para que minha equipe conheça a situação econômica e fiscal do Estado”.

Caiado ressaltou que a responsabilidade é enorme, que governará para todo o Estado, com ações e resultados, cujo foco principal é o cidadão. Promete valorização do servidor estadual – resgatando a auto-estima-, combater a desigualdade e a corrupção. “Tenho certeza que juntos governo, servidores públicos e o povo do Estado de Goiás, vamos recuperar o Estado e em pouco tempo Goiás será uma referência no cenário nacional”.

Finanças

O novo governador elencou como prioridade no início do mandato o resgate da condição do Estado, para que seja possível contrair empréstimos e ter aval do tesouro nacional, assim retomar obras paradas e planejar outras. Enfim, garantir que o Estado volte a funcionar em sua plena capacidade.

Ronaldo Caiado esclarece que a situação fiscal do Estado terá que ser avaliada, para então ser conhecida. “Hoje ninguém que não seja do atual governo conhece a real situação do fiscal”. Em relação a segurança pública, ele afirmou que criará um núcleo de inteligência, composto por integrantes da polícia federal, inteligência das polícias civil e militar, para fazer um combate efetivo e eficaz da criminalidade do Estado.

Governabilidade

Caiado garante que terá governabilidade, porque o fato de um legislador não ser da base não significa que ele não vá apoiar um projeto de governo. Um grande número de deputados estaduais eleitos em Goiás não é da base do DEM.

Sobre o segundo turno, o futuro governador disse que a decisão será definida na terça-feira, às 9 horas, em Brasília, com toda a executiva do partido.

Ao final da coletiva, Caiado agradeceu a todo povo goiano que o apoiou. “É uma caminhada longa e ninguém governa sozinho, quero apoio de todos. Espero que o povo goiano ao final do meu mandato diga valeu a pena Caiado. Aí sim terei realizado meu sonho”.

Fonte: Mais Goiás