Adolescente e criança são baleados dentro de casa, em Goianira

[post-views]

De acordo com a PM, dois homens arrombaram o portão da residência e entraram atirando. Garoto de 17 anos foi atingido na perna e abdômen. Já o menino levou um tiro no pescoço. Os dois estão internados no Hugol. Suspeitos foram presos.

Um adolescente e uma criança foram baleados dentro de casa, em Goianira, na Região Metropolitana de Goiânia. De acordo com a Polícia Militar, dois jovem arrombaram o portão da residência e entraram atirando. Horas depois, dois rapazes foram presos e confessaram o crime.

Os policiais informaram que o adolescente, de 17 anos, levou um tiro na perna e outro no abdômen. Já o menino foi baleado no pescoço e foi socorrido em estado grave. A idade dele não foi informada.

Como o nome dos suspeitos não foram divulgados, o G1 não conseguiu contato com a defesa deles.

O caso aconteceu na madrugada de domingo (27), no Setor Residencial Triunfo. De acordo com o tenente da PM Gabriel Custódio, o adolescente estava no local porque teria um relacionamento amoroso com a mãe da criança e tinha indo visitá-la na noite do crime.

Após ser atendido pela emergência, ainda no hospital, o adolescente disse aos policiais que não sabia o motivo de tentarem matá-lo e deu detalhes do crime.

“Ele contou ainda que, mesmo com a criança perto, os suspeitos não pararam de atirar. Ele também não soube dizer quantos disparos foram efetuados”, disse o tenente.

Os baleados foram socorridos por populares que passavam no local e levados para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), em Goiânia.

Em nota, o Hugol informou, na manhã desta segunda-feira (28), que um “paciente não identificado, com características similares à da criança”, se encontra na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com o estado geral grave e respirando com a ajuda de aparelhos.

Ainda conforme o hospital, o adolescente tem estado clínico regular, está consciente e respirando espontaneamente.

Prisão dos suspeitos

De acordo com o tenente, dois jovens foram presos pela suspeita de terem cometido o crime. “Eles são conhecidos do bairro, e conseguimos prendê-los horas depois. Eles confessaram. Alegaram que o adolescente tinha uma dívida de R$ 1 mil em drogas”, disse o tenente.

O policial informou ainda que o primeiro suspeito detido só confessou a autoria do crime após saber que havia atingido uma criança e que ela estava em estado grave.

“Começamos a questionar, e eles negaram. Informamos a situação da criança, foi quando um deles confessou e indicou onde estaria o outro suspeito”, disse o tenente.

A PM informou que os dois suspeitos tinham passagens por tráfico, posse e porte ilegal de arma de fogo. Eles foram presos por tentativa de homicídio e encaminhados à Central de Flagrantes de Trindade. Com a dupla, foram apreendidos a arma usada no crime, um celular com registro de roubo e R$ 600. O caso vai ser investigado pela Polícia Civil.

Fonte:G1/Goiás.

PROPAGANDA
[xyz-ips snippet="galeria"]

Compartilhar