Agentes flagram drone deixando celular e carregador no presídio de Planaltina

Servidores conseguiram interceptar equipamento antes que ele chegasse ao destinatário. Direção investiga quem receberia os objetos deixados pelo drone.

Agentes penitenciários flagraram um drone sobrevoando o presídio de Planaltina de Goiás, no Entorno do Distrito Federal. Segundo os servidores, o equipamento deixou um celular, um carregador de bateria e dois tubos de cola, e foi embora. A equipe não conseguiu localizar a pessoa que controlava o equipamento, mas a direção do presídio abriu um inquérito para investigar quem receberia estes materiais.

O caso aconteceu na segunda-feira (19). Segundo os agentes, a pessoa que estava controlando o equipamento conseguiu fazer o drone voar do local, por isso, não foi possível apreender o objeto.

O equipamento foi localizado por servidores da Unidade Prisional Especial (UPE) de Planaltina, pertencente à 9ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP).

A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) informou que, diante do fato, instaurou procedimento administrativo interno para apuração do fato e aplicação das sanções disciplinares aos custodiados destinatários dos materiais.

Em nota, a DGAP informou ainda que ampliou as medidas de segurança para “inibir fatos similares, atendendo ao conjunto de diretrizes estabelecidas pelo Governo do Estado em consonância com a Secretaria de Segurança Pública e a DGAP no que tange à administração Penitenciária”.

Fonte: G1/Goiás.

PROPAGANDA

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on email