Ambulância capota, causa a morte de idoso e deixa três pessoas feridas na BR-153, em Hidrolândia

Homem de 70 anos era um dos quatro pacientes que estavam sendo transportados no veículo, que pertence à Prefeitura de Piracanjuba. Condutor do veículo foi autuado devido ao excesso de passageiros.

Um idoso de 70 anos morreu e três pessoas ficaram feridas após a ambulância em que eles estavam ter capotado na BR-153, em Hidrolândia, na Região Metropolitana de Goiânia. O veículo pertence ao município de Piracanjuba. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a ambulância estava com excesso de passageiros.

O acidente aconteceu na tarde de domingo (20). Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o motorista do veículo contou aos policiais que tentou desviar de um carro que fazia um retorno de forma incorreta na pista, quando perdeu o controle da direção e capotou. O condutor relatou que o veículo que fez a manobra errada fugiu sem prestar socorro.

“A causa do acidente foi uma imprudência de um veículo que fez o retorno. Ao invés de pegar a faixa de aceleração, ele cruzou a pista. A ambulância que seguia de sentido de Piracanjuba para Aparecida, desviou e capotou”, relatou o policial rodoviário Clóvis Aragão.

Os quatro passageiros, sendo um homem e três mulheres, estavam sendo transportados de Piracanjuba para tratamento médico no Hospital de Urgências de Aparecida de Goiânia (Huapa). Um deles, Evandro Batista Marcondes, de 70 anos, foi arremessado para fora da ambulância e não resistiu aos ferimentos.

Ainda de acordo com a PRF, uma passageira teve ferimentos graves e as outras duas, ferimentos leves. As três foram encaminhadas para hospitais de Goiânia.

G1 questionou a Prefeitura de Piracanjuba, por meio de e-mail enviado às 10h25 desta segunda-feira (21), qual o estado de saúde das passageiras da ambulância e aguarda retorno.

Motorista multado

O condutor do veículo não ficou ferido. Segundo a PRF, ele foi autuado por dirigir com excesso de passageiros, já que uma ambulância não pode transportar mais de duas pessoas, além da falta do uso de cinto de segurança. Ainda segundo a PRF, o motorista passou pelo teste do bafômetro, que testou negativo para embriaguez.

A Prefeitura de Piracanjuba informou, por meio de nota, que, ao tomar conhecimento do acidente, uma equipe viajou ao local do capotamento para prestar assistência ao motorista e aos demais pacientes. A administração lamentou a morte do idoso e disse que se coloca à disposição dos familiares para a assistência necessária. Segundo a prefeitura, um processo administrativo deve ser aberto para investigar o caso.

Fonte: G1/Goiás.

PROPAGANDA

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on email