Aparecida aplica R$ 16 mil em multas por falta de máscara em 2 dias

O total de 145 pessoas foram multadas em R$ 111 por não uso da máscara no período

A fiscalização noturna na noite do sábado (31) e madrugada de domingo (1) aplicou mais de R$16 mil em multas por falta de uso de máscara de proteção facial no município. Além disso, Aparecida encerrou 10 festas clandestinas e interditou cinco estabelecimentos de venda de bebidas por falta de alvará de funcionamento. O total de 145 pessoas foram multadas em R$ 111 por não uso da máscara.

Durante as operações entre o dia 31 de julho e 1º de agosto, os fiscais vistoriaram 57 pontos entre bares, distribuidoras, residências e espaços de festa durante a madrugada e encerraram 10 festas clandestinas. Ao todo, foram apreendidos ainda seis carros com som automotivo e seis caixas de som mecânico.

Aglomerações

Uma distribuidora de bebidas no Jardim Riviera foi autuada e interditada por promover aglomeração de pessoas e perturbação do sossego com música em volume mais alto do que o permitido. Apenas neste local, 45 pessoas foram multadas por não uso de máscara de proteção facial.

Uma das festas clandestinas que foi encerrada, estava sendo realizada no setor Nova Cidade e contava com a presença de mais de 100 pessoas. No local, os fiscais fizeram apreensão de som mecânico e autuaram 89 pessoas por não uso de máscara de proteção facial.

Sexta-feira

Uma operação realizada na noite de sexta-feira (30) encerrou uma festa clandestina que contava com a presença de 500 pessoas entre jovens e adolescentes, no Jardim Dom Bosco, em Aparecida de Goiânia. De acordo com a Prefeitura, 300 pessoas que estavam no local foram multadas em R$ 111 por não uso de máscara. A organização da festa foi multada em quase R$ 13 mil pelo evento irregular.

A festa foi encontrada pelos fiscais após denúncia informando a respeito da aglomeração, uso de drogas e um carro com som automotivo no local. Os eventos que promovem aglomeração em tempos de pandemia são proibidos pelas regras e portarias expedidas pelo Comitê de Prevenção e Enfrentamento a Covid-19 da cidade.

Denúncias

A população pode ajudar no combate às medidas sanitárias e à perturbação do sossego público por meio do disque denúncia 3545-5992 ou 153; além dos números 3238-7216 ou whatsapp 98459-1661.

“Nós temos atendido denúncias e também realizado pesquisas na internet com o objetivo de coibir esses eventos que geram aglomeração e ajudam na disseminação do vírus da Covid-19 em Aparecida”, destacou o subcoordenador da força-tarefa de fiscalização de Aparecida, Delazaro Gomes. A força-tarefa de fiscalização é formada por agentes da Semma, Vigilância Sanitária, Posturas, Regulação Urbana e Guarda Civil Municipal.

Fonte: Mais Goiás

PROPAGANDA

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on email