X

São Luis de Montes Belos 21 de Agosto de 2019 - Total de Acessos 8650689

Cachoeira de Goiás: Pai e filho são assassinados brutalmente dentro de curral

Visualizações: 10118

Cachoeira de Goiás: Pai e filho são assassinados brutalmente dentro de curral

 população de Cachoeira de Goiás começou o dia nesta quarta-feira, 23, chocada com a tragédia envolvendo a morte violenta de um pai e filho daquela cidade. Vanderlei João da Silva, 56, e Vanderlan Damasceno da Silva, de apenas 19 anos, (fotos), foram assassinados brutalmente no início da manhã, dentro de um curral, quando tiravam leite.

 

Os crimes aconteceram numa fazenda localizada a poucos quilômetros da cidade, que fica às margens da Rodovia GO-320, que liga Cachoeira de Goiás a Ivolândia.

De acordo com o delegado de polícia Tiago Junqueira, que preside as investigações, os autores desse crime bárbaro seriam dois homens, até então desconhecidos, que chegaram ao local em uma motocicleta velha. “Segundo relatos de testemunhas, dois homens, um gordo, de camisa listrada, e um magro que usava camiseta preta, foram vistos na Rodovia GO-417, na entrada que dá acesso à fazenda onde tudo aconteceu”, conta Junqueira.

 

As vítimas foram atingidas na cabeça. Segundo o delegado, a fortes indícios de que crime foi praticado por pistoleiros. “São tiros muito precisos, dados por pessoas que têm o domínio do que estão fazendo. As vítimas foram alvejadas a uma distância muito pequena. No máximo três metros”, disse.

 

Suziane Damasceno da Silva, esposa e mãe das vítimas, disse à polícia que ouviu um barulho do gado dentro do curral e em seguida disparos de arma de fogo. “Ela conta ainda que quando olhou pela janela viu as vacas correndo e duas pessoas no meio foram em direção à uma motocicleta que estava em frente a um bambuzal. Montaram na moto e seguiram sentido à rodovia”, frisa o delegado.

 

Pai e filho foram alvejados sem nenhuma chance defesa. Ambos morreram no local. O corpo do filho ficou distante do pai a uma distância considerada, o que leva a crer, de acordo com o delegado, que ele ainda tentou fugir dos assassinos, mas não conseguiu. Os corpos de pai e filho ficaram dentro do curral até a chegada do Instituto de Medicina Legal – IML -, de Iporá para serem recolhidos.

 

Para o delegado Tiago Junqueira os crimes têm contornos de pistolagem. Ao delegado, Suziane relatou que tem um suspeito. Segundo ela, as suspeitas recaem em um fazendeiro da região. Isso porque, como ela conta, a cerca sete meses, em 2018, o marido e o filho haviam trabalhado para esse fazendeiro e que na época houve um desentendimento entre eles que acabou resultando em vias de fato. “Ao final, segundo Suziane, o fazendeiro teria ameaçado os dois dizendo que a situação não iria ficar daquele jeito”, conta o delegado.

 

Equipes da Policia Militar, inclusive de Ivolândia, registraram a ocorrência e preservaram o local dos crimes até a chegada do IML, que aconteceu por volta de meio dia. O delegado Tiago Junqueira destaca que não tem ainda uma linha definida de investigação. Ele frisa que nenhuma hipótese será descartada. “Todas serão consideradas nas investigações”, disse ele.

 

Os corpos de pai e filho estão sendo velados numa igreja evangélica Shalon, próximo ao posto de combustíveis e serão sepultados no cemitério municipal em horário ainda não divulgado. A cidade parou e o clima é de luto e comoção, em função da tragédia. Vanderlei e Vanderlan eram muito bem quistos pela população.

 

Por: Edivaldo do Jornal

×
Aqui o Povo Fala
(64) 9695-1676
Jornal A Voz do Povo
(64) 3671-3413

Aqui o povo fala envie sua mensagem/notícia.