X

São Luis de Montes Belos 21 de Agosto de 2019 - Total de Acessos 8650644

Eleições do próximo ano já são assunto de bastidores em São Luís de Montes Belos

Visualizações: 1308

Eleições do próximo ano já são assunto de bastidores em São Luís de Montes Belos

Faltando ainda pouco mais de um ano e meio para os monte-belenses irem às urnas para decidirem os rumos do município para mais quatro anos, o assunto eleições já é debatido em vários locais da cidade. E quando o encontro é de simpatizantes de lados definidos, o clima se acirra com as opiniões.

 

As opiniões são as mais diversas. Existem aqueles que defendem a continuação da atual gestão (Major Eldecírio) e quem são radicalmente contra. A família Tatico (Edmilson e Mércia), que saiu derrotada nas urnas em 2016, também tem seus apoiadores. Outras lideranças como o ex-prefeito e empresário Sandoval da Matta e o ex-vice-prefeito Adão Silva também têm espaço nessa preferência.

 

Uma boa fatia do eleitorado, com destaque para os mais jovens, defende a eleição de novas lideranças. De pessoas que nunca estiveram à frente da administração municipal. Isso porque os nomes cogitados, além de gozar de uma liderança junto ao eleitor, também ostentam pontos negativos que poderão influenciar o eleitorado na hora do voto.

 

O atual prefeito Major Eldecírio da Silva, que foi eleito nas últimas eleições municipais de forma inusitada (sem recursos financeiros), enfrentado o poderio econômico dos Taticos, enfrenta atualmente o desconforto da impopularidade gerada por uma gestão que até então não emplacou de acordo com a expectativa dos eleitores que acreditaram estar nela a solução de vários problemas do passado, principalmente na área da saúde. O prefeito tenta reverter a situação.

 

Edmilson e Mércia Tatico, que pelas conversas de bastidores poderão tentar recuperar o espaço perdido nas próximas eleições, têm muito a explicar para a população problemas deixados na gestão passada. Obras inacabadas, superfaturamento em outras, sem contar as promessas não cumpridas, feitas nas eleições de 2012. Os servidores do município sabem muito bem disso.

 

Adão Silva, que conta com um curriculum político invejável, vereador por várias vezes, vice-prefeito por duas vezes, também tem seus desgastes. Dentre eles o que mais provoca reações e críticas, é a sua relação próxima com os Taticos e com o grupo de Marconi Perillo. Pontos que ele terá de superar caso realmente pense em entrar na disputa em 2020.

 

Sandoval da Matta e sua esposa Cristina Vieira também têm obstáculos no caminho rumo a uma candidatura para o próximo ano. Dentre todos o mais complicado deles é o entrave jurídico. Até o momento os dois ainda estão inelegíveis por conta de condenação pelo crime de Improbidade Administrativa. Cristina Vieira chegou a ser eleita na chapa de Eldecírio, mas em função dessa condenação ela não chegou a assumir o cargo.

 

Já o ex-prefeito Sandoval da Matta, juntamente com comerciante Inézio Magno de Oliveira, foram condenados no processo relacionado à compra superfaturada de um terreno vendido para o município no início da gestão Da Matta. Inézio comprou por um valor X e vendeu para a prefeitura por um valor quase quatro vezes maior. No lado cível, Sandoval da Matta já está praticamente com a sua situação resolvida, nesse processo.

 

Foram os caciques da política local, na corrida pela disputa cobiçada da cadeira do executivo monte-belense, tem outros personagens que ensaiam entrar no páreo. Nomes como os dos vereadores Batista da Saúde, Maria José, Alex dos Garis, Joaquim Monteiro, Junior da Receita, Maria dos Anjos, Bruno Lampião, Antonio Paulo e Rochinha são tidos nos bastidores como prováveis concorrentes.

 

Como é de praxe na política, o resultado de uma eleição sempre interfere ou tem relação com a próxima disputa. No caso do vereador Alex dos Garis, que foi candidato a deputado estadual nas eleições de 2018, pelo jeito não será diferente. Com uma votação expressiva, sem o apoio do prefeito e dos colegas vereadores, com exceção de Maria José, o estreante Alex parece não conseguir capitalizar em seu favor os votos recebidos.

 

Tido como oposição ferrenha ao prefeito Major Eldecírio, prova disso foi o não apoio dele à sua candidatura, Alex dos Garis recebeu votos, em sua maioria absoluta, de eleitores contrários ao prefeito. No entanto, acabou o pleito eleitoral de 2018, o vereador voltou à base de apoio ao prefeito. O resultado não poderia ser outro que não a frustração de todos. O vereador, que com o resultado obtido nas urnas para deputado estadual, estava com o passaporte praticamente carimbado para as eleições do próximo ano, agora vai ter muito trabalho para explicar aos eleitores a sua mudança repentina.

 

Por: Edivaldo do Jornal

×
Aqui o Povo Fala
(64) 9695-1676
Jornal A Voz do Povo
(64) 3671-3413

Aqui o povo fala envie sua mensagem/notícia.