X

APP Farol Fidelidade

São Luis de Montes Belos 26 de Maio de 2019 - Total de Acessos 8427294

Em menos de 48 horas, a Dengue hemorrágica pode ter feito duas vítimas fatais em São Luís de Montes Belos

Visualizações: 4011

Em menos de 48 horas, a Dengue hemorrágica pode ter feito duas vítimas fatais em São Luís de Montes Belos

O último fim de semana em São Luís de Montes Belos foi marcado por dois casos que abalaram boa parte da população e deixaram duas famílias de luto. Num espaço de dois dias, dois jovens, de 24 apenas anos cada, morreram no Hospital Municipal em circunstâncias semelhantes.

 

No final da noite de sexta-feira, 5, Arlindo Ribeiro de Oliveira deu entrada na emergência com um quadro assemelhado à Dengue. Na madrugada de sábado, 6, o estado de saúde dele piorou. Ele veio à óbito momentos depois. De acordo com as circunstâncias da morte, a direção do Hospital acredita que a causa pode ter sido Dengue Hemorrágica.

 

Os pais de Arlindo não aceitaram a versão de que o filho possa ter vindo à óbito por causa de Dengue. Isso pelo fato de ter vindo a eles a informação que possivelmente ele tenha recebido, antes de passar mal, a administração de um medicamento não apropriado ao tratamento da Dengue. A família exigiu que o corpo fosse levado para Goiânia para a autópsia.

 

A direção do Hospital Municipal concordou em levar o corpo para Goiânia. “Não podemos de forma alguma afirmar que a causa da morte do Arlindo foi a Dengue Hemorrágica. Por isso o encaminhamos para Goiânia para a realização dos exames necessários a esclarecer o que realmente causou o seu óbito”, disse Kleber Rangel, diretor.

 

Na noite do dia seguinte, domingo, 7, por volta de 20 horas, Douglas Gomes Pereira foi levado pelo padrasto ao Hospital Municipal queixando-se de muitas dores. Ele foi medicado com dois frascos de soro e momentos depois foi mandado de volta para casa. Segundo a irmã de Douglas, o médico que atendeu o irmão teria dito que o problema dele era psicológico.

 

Pouco tempo depois Douglas foi trazido novamente para o Hospital Municipal. “Não tendo melhora em casa, trouxemos ele de volta para o Hospital Municipal. Uma médica atendeu ele e pediu exames laboratoriais, exames de sangue. Aí ele não melhorava, sentia muita fadiga e muita dor. Enfermeiros e doutores aplicaram muitos remédios nele”, conta a irmã.

 

De acordo com a direção do hospital, depois de sofreu uma parada fulminante, Douglas veio a óbito no final da madrugada. Para quem acompanhou o caso todas as suspeitas da causa da morte recaem sobre a Dengue Hemorrágica. O corpo de Douglas também foi encaminhado para Goiânia, onde também foi autopsiado.

 

Em breve o IML de Goiânia, através do SVO – Serviço de Verificação de Óbitos – emitirá os laudos que vão esclarecer as verdadeiras causas das duas mortes. No primeiro caso, a família de Arlindo Albino registrou um Boletim de Ocorrência na Polícia Civil para que apure as circunstâncias da morte do rapaz. Quanto ao segundo caso, também houve a informação que a família iria adotar o mesmo procedimento, mas esta reportagem não confirmou a sua procedência.

 

Por: Edivaldo do Jornal

×
Aqui o Povo Fala
(64) 9695-1676
Jornal A Voz do Povo
(64) 3671-3413

Aqui o povo fala envie sua mensagem/notícia.