X

São Luis de Montes Belos 12 de Novembro de 2019 - Total de Acessos 8824742

Firminópolis: UFG e Prefeitura poderão firmar parceria na criação de importante centro de pesquisas

Visualizações: 611

Firminópolis: UFG e Prefeitura poderão firmar parceria na criação de importante centro de pesquisas

O município de Firminópolis poderá dar um salto significativo na área de pesquisas e conhecimentos técnicos em várias áreas. Para que isso aconteça, no último dia 27 de fevereiro, o prefeito do município, Jorge José de Souza, recebeu uma comissão da Universidade Federal de Goiás – UFG – formada por técnicos e engenheiros de vários segmentos para discutirem a possibilidade de sessão de uso da estrutura da Turvale, que pertence ao município.

 

O projeto trata-se da criação de uma extensão da Universidade Agrícola em parceria com a Prefeitura, que teria como objetivo instalar na Turvale (Estação Ambiental Vale do Rio Turvo), um centro de pesquisas em ciências agrícolas e possivelmente em outras áreas também.

 

A reunião aconteceu, no início da manhã, primeiro na sede do Campus da UFG e em seguida o grupo foi conhecer de perto a estrutura da Turvale. A comissão foi formada pelo engenheiro de pesquisa, trabalho e professor Emiliano; professora Patrícia; Diretor Ambiental José Maurício, ex-secretário de justiça do Estado e professor Jônathas Silva; Afreny Gonçalves; e Mauro Molina, diretor do Campus. Entre outros.

 

Como convidados do prefeito Jorge José de Souza também participaram do evento o pastor Eduardo Messias; os secretários: de administração Mauricio Neto e Umberto Jose de Moraes, da Saúde; os vereadores, Sinval Pereira Gomes (Presidente da Câmara Municipal), Roberto Celestino, Waldessom Felício, Rafael Barbosa, bem como representantes da EMATER.

 

Na ocasião o projeto foi apresentado em detalhes e as autoridades de cada área esclareceram as dúvidas surgidas durante a apresentação do que poderá ser essa parceria entre o município e a Universidade. Após conhecerem in loco toda a estrutura da Turvale, o prefeito ofereceu um almoço a todos nas dependências do local.

 

Esta reportagem tentou falar com o diretor do Campus da UFG de Firminópolis, Mauro Molina, porém ele disse que posteriormente falaria com esta reportagem. Segundo ele, com outras informações relacionadas ao projeto, vinda de Goiânia, da assessoria de imprensa da instituição.

 

O secretário municipal de meio ambiente, Laudimar Inácio Taveira, também falou sobre esta parceria. “Firminópolis é um município abençoado por Deus, estamos bem localizados no Estado, um potencial hídrico muito grande, um potencial de energia elétrica muito grande. E nós estamos aí, neste momento tentando voltar, devolver à Turvale o cunho ideológico para o qual ela foi criada. A Turvale foi idealizada em meados de 1980 e no início de 1990 ela foi sedimentada. Naquela época ela agregava 13 municípios, todos banhados pelo Rio Turvo, numa extensão muito grande, começando em Americano do Brasil indo até Edéia, onde ele desagua no Rio dos Bois”, frisa.

 

Para Laudimar, a Turvale com o tempo perdeu a sua força. “Com o tempo, ela foi esfacelando, foi perdendo o cunho ideológico. E hoje, para o município, como todas as edificações dela ficam aqui dentro do município, ela ficou pesada, ou seja, era uma situação com 13 municípios gerindo a Turvale, que era a Associação de Preservação do Vale do Rio Turvo. Daí ela vindo para Firminópolis, além de ter perdido o cunho ideológico, ela se tornou um pouco pesada para o município, ou seja, uma obra daquela suntuosidade, da importância que ela tem, ela está sendo mal utilizada”, destaca o secretário.

 

“Diante disso, passou pela nossa cabeça, que nós temos aqui o Campus da UFG, que presta um relevante serviço ao município, tendo aqui estagiários em nutrição, medicina, enfermagem, odontologia, aí nós pensamos: porque não estender isso também para as ciências agrárias?! E numa conversa com o prefeito Jorge, ele sensibilizou, viu realmente a necessidade e nós entramos em contato então com o professor Jônathas Silva, que também é uma pessoa que tem propriedade no município, amigo nosso, interessado, um ambientalista, e pedirmos a ele para que fizesse um intercâmbio junto a UFG, e com isso, nós também já procuramos o Mauro Molina que nós não abrimos mão, é um firminopolino que está conosco a muitos anos, criou sua família aqui e tem grande interesse em ver Firminópolis se desenvolvendo bem. E com isso, surgiu a ideia então de passar a Turvale, fazer uma sessão de uso com um prazo mais longo para a UFG, e fizemos então essa reunião”, conta Laudimar.

 

O secretário lembra ainda que o reitor da UFG, Edward Madureira, juntamente com pró-reitores, professores e pesquisadores também se reuniram por algumas vezes para discutirem o assunto. “Também fizemos uma visita na UFG, conversamos e colocamos a nossa necessidade, o nosso interesse, nosso ponto de vista, e a vontade de sedimentar, de materializar essa transição, essa passagem da Turvale para a Universidade”, ressalta.

 

Laudimar concorda que as autoridades da UFG levaram uma boa impressão da estrutura da Turvale. “Eu vi um entusiasmo na face de cada pesquisador que esteve aqui, cada professor. É isso que nós queremos. Dar um aproveitamento ético, moral e social para a Turvale. Ela tem o potencial dela e precisamos reverter isso em prol do povo, não só a população de Firminópolis, mas vai atender também a região”, frisa.

 

“Firminópolis é um divisor, é um espigão divisor de águas da bacia do Prata, que é a bacia do Paraná, Paranaíba, as águas que correm aqui na avenida Rui Barbosa, do lado leste da nascente do sol, ela vai cair no Paranaíba, do Paranaíba ela vai parar em Montevidéu, no Paraguai. E o que cai no lado de cá, do poente, do oeste, ela cai na bacia do Araguaia, Tocantins e vai desaguar no mar, lá em Belém do Pará. Quer dizer, é um divisor de águas, é um espigão divisor de águas da bacia do Prata e da bacia Amazônica”, finaliza.

 

O prefeito Jorge José de Souza também falou com essa reportagem. Segundo ele, essa parceria com a UFG representa para o município uma conquista enorme. “Caso a UFG assuma realmente os destinos da Turvale, o nosso município irá conquistar um espaço importante na área do conhecimento e da educação superior. Sem contar os benefícios ambientais que a nossa região ganhará também. Espero que tudo dê certo”, disse o prefeito.

 

Por: Edivaldo do Jornal

×
Aqui o Povo Fala
(64) 9695-1676
Jornal A Voz do Povo
(64) 3671-3413

Aqui o povo fala envie sua mensagem/notícia.