X

São Luis de Montes Belos 16 de Outubro de 2019 - Total de Acessos 8775412

Namoradas de presos aliciavam mulheres para levar drogas e celulares para dentro das cadeias em Goiás

Visualizações: 955

Namoradas de presos aliciavam mulheres para levar drogas e celulares para dentro das cadeias em Goiás

Ao prender duas suspeitas de comandar o esquema, agentes da Denarc apreenderam porções de maconha, cocaína, cinco Iphones, além de carregadores e chips.

 

A Delegacia Estadual de Repressão aos Narcóticos (Denarc) desarticulou, neste final de semana, um esquema que aliciava mulheres para levar drogas e aparelhos de telefone celular para condenados que cumprem pena no Complexo Prisional, em Aparecida de Goiânia. Com as namoradas de dois presos, que seriam as responsáveis por contratar outras mulheres para levar os ilícitos para as penitenciárias, os agentes apreenderam porções de maconha, cocaína, balanças de precisão, além de smartfones, chips para celular, e carregadores.

 

O esquema criminoso, segundo as investigações, era sofisticado, a começar pelos aparelhos escolhidos pelos presos para serem levados para dentro do sistema, apenas Iphones. Para não ser detectada nos aparelhos de Raio X, a droga, antes de ser colocada no órgão genital da mulher contratada para levá-la até determinado preso no domingo, era embalada com papel carbono e fita isolante, e depois prensada com martelo. Os Iphones, carregadores e chips, ainda de acordo com o que apurou a polícia, também recebiam essa mesma proteção.

 

Após serem aliciadas por Rayanne Fernandes Gomes Moura, e Raica Sabrina Silva Mendonça, as mulheres que se dispunham a levar os ilícitos para os presos se encontravam em um estabelecimento que fica nas proximidades do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, e, dentro do banheiro, recebiam as drogas e aparelhos que deviam colocar no órgão genital. No carro em que as suspeitas de comandar o esquema estavam, os agentes da Denarc encontraram um compartimento adaptado no painel, onde eram escondidas drogas, Iphones, carregadores e chips.

 

Veja vídeo:

Algumas das drogas já embaladas que foram apreendidas pelos agentes da Denarc tinham uma fita adesiva com os nomes de sete mulheres diferentes. Durante o flagrante, uma das presas contou que recebia R$ 1 mil por cada aparelho de telefone celular que conseguia levar para dentro da cadeia.

 

Assim como Rayanne Fernandes e Raica Sabrina, os namorados delas Fábio Branco Beto, e Wallace Vinícius Santana da Silva, que já cumprem pena no Complexo Prisional, tiveram suas prisões preventivas cumpridas pela Denarc neste domingo (28). Eles responderão presos por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

 

Fonte: Mais Goiás

×
Aqui o Povo Fala
(64) 9695-1676
Jornal A Voz do Povo
(64) 3671-3413

Aqui o povo fala envie sua mensagem/notícia.