X

São Luis de Montes Belos 16 de Outubro de 2019 - Total de Acessos 8775483

São Luís: Bandidos assaltam e mantém família e amigos em cárcere privado

Visualizações: 5122

São Luís: Bandidos assaltam e mantém família e amigos em cárcere privado

No final da noite de sábado, 13, por volta das 23h30, uma família e algumas visitas, ao todo 9 pessoas, passaram por momentos de terror e pânico provocados por três bandidos armados e violentos. Segundo a dona da residência, ela, o esposo e seu bebê, recém-nascido, estavam em casa com visitas quando todos foram surpreendidos pelos marginais.

 

Ela conta que tudo começou quando um dos bandidos chegou na porta da residência, que é de vidro, de arma em punho, apontando para o marido dela e exigindo que ele abrisse a porta. Sem alternativa, a porta foi aberta, o trio entrou e começou a sessão de violência e tortura.

 

De acordo com a dona da casa, agindo com bastante violência, os bandidos procuravam a todo momento por dinheiro e objetos de valor. “Eles diziam, de início, que iriam pegar o dinheiro das carteiras e celulares das pessoas que estavam no local e que depois iriam embora. Porém, eles também tentaram levar dois carros que estavam na garagem, mas não conseguiram”, conta Cátia.

 

“Em seguida eles nos trancaram em um quarto da casa e disseram que nós ficaríamos lá por 20 minutos e depois poderíamos sair. Quando abrimos a porta eles ainda estavam lá. Foi quando um deles pegou o meu marido e tentou obriga-lo a entregar as chaves de um dos veículos, mas ele não entregou”, relata.

 

A dona de casa conta ainda que não satisfeitos com a situação, os bandidos reviraram os quartos em busca de dinheiro e objetos de valor até encontrarem uma quantia em dinheiro, uma reserva que a família vinha juntando.

 

Bastante revoltada e traumatizada com a situação, a dona de casa conta que depois de subtraírem vários objetos, entre eles uma TV de 40 polegadas, um laptop, aparelhos de celulares e cerca de R$ 9.500,00 em espécie, os meliantes conseguiram levar também um Fiat Strada, que pertence a uma das visitas.

 

Por volta de 01h40, depois que os bandidos haviam se evadido do local, as vítimas conseguiram acionar a Polícia Militar. Ao ouvir o Copom passando a mensagem, via rádio, às viaturas de área, o Grupo de patrulhamento Tático – GPT – lembrou que na GO-164 havia passado por um veículo com as mesmas características do que foi o relatado pelas vítimas.

 

Momentos depois, na Rodovia GO-060, em frente ao antigo Laticínios Letbom, o veículo foi encontrado pelos policiais. O condutor estava colocando água no radiador. Ao ser abordado pelos policiais, Wesley Itamar Pereira de Castro, 19, (foto), vulgo “Japão”, um velho conhecido das polícias, viu que a casa havia caído.

 

Durante uma busca no interior do veículo, além da TV, do Laptop e celulares, os policiais encontraram também duas baterias portáteis, dois relógios de pulso, um anel, R$ 11.400,00 em espécie e um simulacro de arma de fogo, tipo pistola. De acordo com as vítimas, Wesley Itamar não sabia que dentro do veículo havia o dinheiro encontrado.

 

Diante da situação e depois de ser reconhecido pelas vítimas, Japão recebeu voz de prisão em flagrante e foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil, antes ele passou pelo Hospital Municipal para a realização de exames de praxe.

 

Durante a prisão de Wesley uma cena chamou a atenção de todos que a presenciaram. O bandido disse a todos, de forma irônica, que não ficaria preso porque iria dizer (ao juiz na audiência de custódia) que teria sido agredido pelos policiais. Quem viu ficou perplexo com a sensação de impunidade esboçada pelo meliante.

 

Além de Japão, um irmão dele, o menor R. P., de apenas 14 anos, e outro marginal, que não teve ainda a sua identidade revelada, também participaram da ação criminosa. A Polícia Civil, sob o comando do delegado Tiago Junqueira, está a todo vapor no caso. Na residência dos dois irmãos os policiais encontraram cerca de R$ 3 mil em dinheiro e outros objetos subtraídos no assalto.

 

Em sua página do Facebook, Wesley faz algumas postagens curiosas. “Ingatilhando mirando contra o sistema e atirando rajadas”. “Eerva venenosa eeeerva venenosa levanta a mao pro alto acende o esqueiro fais o baile pega fogo só quem realmente gosta errva venenosa eeeeva venenosa”. Postagens semelhantes à apologia às drogas e a violência.

 

Wesley Itamar, que saiu da prisão recentemente, em outubro de 2018, possui várias passagens por outros crimes, entre eles: artigos 28 e 33 da Lei 11.343/06 (antidrogas), artigo 12 da Lei 10.826/03 (Lei do desarmamento). Ele é um velho conhecido das policiais de São Luís de Montes.

 

Esta matéria será atualizada para a versão impressa do Jornal A Voz do Povo, que estará circulando nos próximos dias.

 

Por: Edivaldo do Jornal

×
Aqui o Povo Fala
(64) 9695-1676
Jornal A Voz do Povo
(64) 3671-3413

Aqui o povo fala envie sua mensagem/notícia.