X

São Luis de Montes Belos 20 de Novembro de 2019 - Total de Acessos 8851412

São Luís: Corpo de Lorran é enterrado sob clima de forte comoção

Visualizações: 4150

São Luís: Corpo de Lorran é enterrado sob clima de forte comoção

O sepultamento do corpo do técnico em som automotivo Lorran Mark Rodrigues Borges, 30, aconteceu no início da manhã desta quinta-feira, 7, sob clima de forte comoção. O cortejo saiu da Igreja Evangélica Shalon, onde o corpo foi velado, seguiu até o Cemitério Park.

 

No caminho, em meio à inúmeros veículos e motocicletas, conduzidos por amigos e familiares, ao som da canção “Aleluia”, o clima contagiava a todos. Difícil foi conter a emoção. Emocionadas, várias pessoas acompanharam a passagem do cortejo das portas dos comércios e residências.

 

No cemitério a emoção ficou maior quando chegou o momento da despedida final. Amparada pelo marido, padrasto de Lorran, a mãe, numa dor que só ela para mensurar a dimensão, na despedida do filho em prantos fez daquele um momento que muitos não vão esquecer. Pela multidão que acompanhou o velório e o enterro, nota-se o quanto Lorran e sua família são bem quistos na cidade.

 

O técnico Lorran morreu de uma forma muito violenta, que abalou a todos, tirando aprópria vida se enforcando com um fio elétrico, amarrado ao pescoço e colocado na quina de um guarda-roupa. O seu corpo foi encontrado por seu irmão Luan Borges Rodrigues, no início da manhã desta quarta-feira, 6. Em total desespero com a situação, Luan pegou o corpo do irmão e o colocou na cama.

 

O ato impensado cometido por Lorran aconteceu na casa de sua mãe, no Setor Parque Bela Vista II. Ninguém soube explicar os motivos que os levou a dar cabo à própria vida. As suspeitas levam a um possível processo de depressão. Luan conta que no feriado de carnaval, quando a família comemorava a volta de outro irmão dos EUA, Lorran se mostrava deprimido.

 

“Estávamos comemorando a chegada de outro irmão nosso, que tinha vindo dos EUA. Ele estava meio deprimido, mas a gente deu uns conselhos a ele e pensamos que ficaria bem. Ele falava que não aguentava viver sem a esposa e o filho dele, mas ele não chegou a dizer que ia cometer tal ato”, conta Luan.

 

Uma de suas últimas postagens, em uma rede social, na qual ele se identificava como “Lorram”, foi alusiva ao tema depressão. Ele escreveu: “A depressão não é uma piada, você pode ver alguém sorrindo, mas por dentro, ela está morrendo”. Diante desta mensagem esa hipótese da depressão ganha mais força. Mas tudo são apenas conjecturas.

 

Uma unidade do Corpo de Bombeiros foi acionada e chegou rápido ao local, pronta para aplicar todos os procedimentos no sentido de trazer a vítima de volta à vida, mas já era tarde demais. Minutos depois a Polícia Militar também chegou e preservou a área até a chegada de uma equipe do IML de Iporá, que recolheu o corpo e o encaminhou para a emissão dos laudos que o caso requer.

 

A morte violenta de Lorran causou uma enorme repercussão nas redes sociais. Diversas foram as manifestações de amigos, familiares e até de pessoas desconhecidas, dando uma palavra de conforto à família. Diante de tantas mensagens, nota-se que Lorran colecionava uma legião de amigos. Ele deixa um filho de um ano e dois meses.

 

 Por: Edivaldo do Jornal

×
Aqui o Povo Fala
(64) 9695-1676
Jornal A Voz do Povo
(64) 3671-3413

Aqui o povo fala envie sua mensagem/notícia.