X

Meu Teleguia APP

São Luis de Montes Belos 17 de Julho de 2019 - Total de Acessos 8561843

São Luís: Prefeito Major e Joaquim Monteiro assumem apoio à Ronaldo Caiado

Visualizações: 257

São Luís: Prefeito Major e Joaquim Monteiro assumem apoio à Ronaldo Caiado

O prefeito de São Luís de Montes Belos, Major Eldecírio da Silva, na semana passada esteve na Rádio Vale da Serra e após ser questionado de lado estava por um ouvinte do Programa, declarou apoio à candidatura do senador Ronaldo Caiado ao governo do Estado, nas eleições de outro próximo.

“Na verdade, eu já tinha um compromisso com o senador Ronaldo Caiado há muito tempo. Vocês podem ver que em momento algum eu declarei situação diferente nos meios de comunicação. As pessoas me perguntavam e dizia que iriamos definir isso no momento certo”, disse o prefeito.

“Todo mundo sabe, o senador Ronaldo Caiado esteve em São Luís e subiu no meu palanque, nos ajudou durante toda nossa campanha e o partido foi e eu também estou lá junto e já declarei apoio à candidatura do senador Ronaldo Caiado”, frisa.

O prefeito espera que todos os seus companheiros, ligados ao PDT siga ele e o partido na mesma direção. “A expectativa nossa, tanto a do PDT quanto a minha, é que todo mundo do partido vá nessa mesma direção. Estive conversando com o vereador Joaquim Monteiro, conversamos um longo tempo, eu creio que ele… a tendência é que ele também siga a direção do partido”, destacou.

O vereador Joaquim Monteiro, ex-petista e atualmente PDT, afirmou que vai seguir a deputada Flávia Morais e seu marido George Morais no apoio à candidatura de Ronaldo Caiado. Joaquim Monteiro de qualquer forma ficou numa saia justa. Ele sempre foi ante Caiado e Marconi Perillo. Ferrenho crítico dos dois líderes goianos.

Até a ida do PDT para o grupo caiadista, Joaquim Monteiro já estava com o discurso afinado para defender a candidatura de José Eliton ao governo e a de Marconi Perillo ao senado federal. A esposa dele chegou a ser nomeada no maior cargo Estado em São Luís de Montes Belos, a de Coordenadora Regional da Educação. Depois da debandada do PDT ela foi exonerada.

O prefeito Major Eldecírio fala que nunca se declarou publicamente a quem daria o seu apoio. Porém, em várias aparições em público, inclusive em emissoras de rádio, nas entrelinhas, estava claro que o seu candidato ao governo era José Eliton e ao senado Marconi Perillo.

A relação entre o Major Eldecírio e Ronaldo Caiado estava claramente rompida há muito tempo. Isso ficou notoriamente claro quando Caiado esteve em São Luís por duas vezes, uma delas no desfile de animais, na abertura da festa da pecuária, quando o seu nome foi proibido de ser anunciado nos carros de som. Quem mais uma vez recebeu e deu todo apoio ao senador foi o ex-prefeito Sandoval da Matta, quem passou a ser o líder caiadista em São Luís.

Para algumas lideranças locais, inclusive de dentro do próprio grupo do prefeito, se o PDT não tivesse ido para o bloco de Ronaldo Caiado, ele estaria até o momento no ninho tucano. “Oportunismo. Esta é a palavra que descreve fielmente a atitude do prefeito. Só que ele deu um tiro no pé. Tanto Caiado quanto Zé Eliton, quem ganhar não tratará São Luís como ela merece. Isso por causa da atitude do prefeito”, disse uma delas.

Sobre a ida do prefeito Major Eldecírio para o grupo caiadista, o ex-prefeito Sandoval da Matta se limitou a tecer comentários. Questionado sobre como ele recebeu a adesão do prefeito e de à campanha de Ronaldo Caiado? O ex-prefeito foi enfático: “Como vc mesmo disse, a campanha é do Caiado. Mas eu não misturo com ele (prefeito)”.

Sandoval da Matta se lembrou de uma frase dita por Ronaldo Caiado em sua convenção, realizada no dia 4 passado no Clube Jaó, em Goiânia, sobre os apoios de última hora. “Malandro quando vê que vai cair, deita”. Ele disse isso justamente no momento em que o nome do prefeito de São Luís de Montes Belos, Major Eldecírio, foi anunciado pelo locutor. Talvez seja mera coincidência.

Para quem não sabe, o ex-prefeito Sandoval da Matta, que ajudou de várias formas a eleger o prefeito Major Eldecírio, hoje é um de seus maiores adversários políticos. Não bastasse isso, o ex-prefeito é a maior liderança de Ronaldo Caiado em São Luís. Aí fica a indagação? De quem serão os méritos da votação de Caiado no município? A popularidade do prefeito, comparando com o início da sua gestão, despencou assustadoramente. Nos bastidores políticos a quem afirme que a melhor forma que o prefeito tem para apoiar alguém é ficando em casa.

Major Eldecírio tem pela frente uma árdua tarefa, a de provar que não é traidor. Pela reação dos dois grupos (Tucano e Caiadista), ambos se sentiram traídos pela atitude do prefeito. O fato é que a população monte-belense está no meio desse fogo cruzado. Pois a possibilidade de o município ser prejudicado por qualquer um (Caiado ou Zé Eliton) que ganhar a eleição poderá tratar o prefeito com indiferença, em resposta à sua atuação de agora.

Quanto ao vereador Joaquim Monteiro, o fato de sua esposa ter assumido um cargo do Estado em São Luís o deixou numa situação delicada, politicamente. Quando Mariluce Monteiro assumiu a coordenação da educação na região, o vereador disse que o critério para a escolha do nome dela teria sido a sua qualificação. Depois descobriu-se a indicação dela foi feita pela madrinha do casal, a deputada Flávia Morais. Ou seja: indicação política. Isso ficou claro quando a deputa deixou o governo a mulher de Joaquim Monteiro foi exonerada do cargo.

A reação, entre algumas pessoas do município foi negativa. “Espera aí, o vereador então está trabalhando é para ajudar a sua família? Ao invés de buscar benefícios para a cidade ele está penando é na mulher dele? Quanta decepção… Perdi meu nele”, disse o eletricista Rodrigo Borges.

“Votei nele e não voto mais. Confiei meu voto nele pensando que ele iria defender a população e não a família dele. A cidade está precisando de tantas coisas e a gente vendo uma coisa desta. Ainda bem que em São Luís tem um jornal que mostra tudo. Parabéns à Voz do Povo”, desabafou a dona de casa Cleonice V. Ambrósio.

Durante entrevista à Rádio Vale da Serra, no dia 8 de agosto, Mariluce Monteiro anunciou que havia colocado o seu cargo à disposição do Governo. Segundo ela, quando foi nomeada o PDT fazia parte da base aliada do Governo do Estado, mas depois que o partido passou a apoiar Ronaldo Caiado, por uma questão de ética ela colocou o cargo à disposição.

Por: Edivaldo do Jornal

×
Aqui o Povo Fala
(64) 9695-1676
Jornal A Voz do Povo
(64) 3671-3413

Aqui o povo fala envie sua mensagem/notícia.