X

São Luis de Montes Belos 08 de Dezembro de 2019 - Total de Acessos 8888470

Taxista de São Luís, vítima de latrocínio, perde a vida de forma violenta e covarde

Visualizações: 12554

Taxista de São Luís, vítima de latrocínio, perde a vida de forma violenta e covarde

No fim da tarde deste domingo, 2, por volta das 17 horas, o taxista Minerval Gomes dos Santos, 73, como fazia rotineiramente, pegou quatro passageiros em seu ponto, ao lado do Posto Marajó, e saiu para mais uma viagem. Segundo testemunhas, eram dois casais de jovens, entre eles uma menor de idade, que disseram que iriam para Sanclerlândia. Mal sabia o taxista que essa seria a sua última corrida.

 

As horas foram passando e a família do taxista a cada minuto ficava mais preocupada pela falta de informações. A noite foi de agonia para os familiares. Na manhã desta segunda-feira, 3, além da Polícia Militar, que já havia sido acionada, uma nora de Minerval levou o caso também para a Polícia Civil. O delegado Tiago Junqueira imediatamente pôs a sua equipe em campo.

 

As redes sociais foram também mobilizadas com o apelo emocionado dos familiares. Por volta das 9 horas, uma informação acalmou a família e amigos, o carro do taxista havia sido encontrado na cidade Novo Brasil, mas com marcas de sangue no porta-malas. Em seguida, a Polícia Militar de Fazenda Nova informou que prendera três jovens e uma adolescente menor de idade e que ambos teriam relação com o desaparecimento do taxista.

 

Momentos depois a notícia que ninguém queria, chegou: o corpo do taxista, que também era aposentado, foi encontrado. A gang presa em Fazenda Nova confessou que havia assassinado a vítima e contou onde deixaram o corpo. De posse da informação, policiais militares e civis seguiram para a estrada de chão que liga São Luís à estrada que dá acesso à Silvolândia.

 

Com várias perfurações feitas a golpes de faca, o corpo de Minerval foi encontrado, Ele estava à margem da estrada. Em pouco tempo vários curiosos se aglomeraram no local em busca de informações. A Polícia Militar e a Polícia Civil preservaram o local até a chegada do IML de Iporá, que poucas horas depois recolheu o corpo e o encaminhou para a emissão dos laudos pertinentes. A faca usada no crime foi localizada pela Polícia Civil próximo ao corpo da vítima.

 

Desolados e abatidos, dois filhos do taxista acompanharam todo o trabalho da polícia e do IML. “Por muitas vezes nós pedimos a ele para não carregar esse tipo de gente suspeita. É muito perigoso. Ele já passou por isso outras vezes. A gente estava pressentindo isso”, disse um dos filhos, que contou que o pai já foi vítima em outros dois assaltos.

 

De acordo com o delegado Tiago Junqueira, o grupo suspeito de matar e desovar o corpo do taxista será encaminhado para São Luís de Montes Belos, onde responderá ao inquérito a ser instaurado e presidido por ele.

 

Esta matéria será atualizada a qualquer momento, inclusive com a identificação de todos os envolvidos no caso, com exceção da menor de idade.

 

Por: Edivaldo do jornal

×
Aqui o Povo Fala
(64) 9695-1676
Jornal A Voz do Povo
(64) 3671-3413

Aqui o povo fala envie sua mensagem/notícia.