X

São Luis de Montes Belos 16 de Outubro de 2019 - Total de Acessos 8775362

Triplo homicídio: família é morta a tiros dentro de casa, em Rianápolis

Visualizações: 1161

Triplo homicídio: família é morta a tiros dentro de casa, em Rianápolis

Segundo a Polícia Civil, vítimas dormiam quando os suspeitos invadiram a residência. Uma adolescente sobreviveu, pois conseguiu se esconder embaixo de uma das camas.

 

Três pessoas foram mortas a tiros, na madrugada desta terça-feira (5), dentro da própria casa, na Vila Sabino, em Rianápolis. Segundo a Polícia Civil (PC), os suspeitos invadiram a residência, por volta de 1h30, enquanto todos dormiam. A polícia suspeita de execução.

 

Conforme a PC, o crime ocorreu por volta de 1h30. Uma adolescente, parente da família, também estava na casa e viu o momento em que os suspeitos chegaram em dois carros sedan. Dois homens desceram dos veículos, arrombaram a porta e começaram a disparar diversas vezes contra as vítimas. A menor conseguiu se esconder embaixo de uma das camas do quarto e não foi atingida, mas os familiares não tiveram a mesma sorte.

 

Os tiros acertaram Maria Aparecida Caetano Rosa, de 51 anos; Ancelino Amâncio da Luz, de 19 anos; e sua namorada, Gabryely Cardoso dos Santos Sousa, também de 19 anos. Após efetuarem os disparos, os suspeitos voltaram para os veículos e fugiram do local.

 

Segundo o delegado de plantão, Nelinho José de Almeida, as vítimas Maria Aparecida e Ancelino morreram no local do crime. Gabryely chegou a ser levada com vida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Ceres, mas não resistiu aos ferimentos e também foi a óbito. Uma equipe da Polícia Militar (PM) realizou buscas pelo município com o intuito de localizar os suspeitos, mas não tiveram sucesso.

 

Durante a tarde desta terça-feira (5), a adolescente que testemunhou o fato foi ouvida pelo delegado. Ela relatou que um dos suspeitos estaria encapuzado no momento em que invadiu a casa.

Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Ceres, mas já foram liberados para a família. Foi instaurado um inquérito policial para apurar o ocorrido. Caso será investigado pelo delegado Matheus Costa Melo da Delegacia de Polícia Civil do município de Rialma.

 

*Thaynara Cunha é integrante do programa de estágio do convênio entre Ciee e Mais Goiás, sob orientação de Thaís Lobo

×
Aqui o Povo Fala
(64) 9695-1676
Jornal A Voz do Povo
(64) 3671-3413

Aqui o povo fala envie sua mensagem/notícia.