Black Friday 2020: sete motivos para fazer compras usando a aba anônima

Modo anônimo do navegador dá mais privacidade e segurança, e pode até ajudar a achar preços melhores

Black Friday 2020 acontece sexta-feira dia 27 e deve oferecer diversos produtos com descontos. Muitas pessoas devem aproveitar a oportunidade para fazer compras em sites e lojas online. Nesse sentido, uma recomendação importante para aumentar sua segurança e privacidade é procurar fazer suas pesquisas e compras usando o modo anônimo do navegador de sua preferência.

A dica, inclusive, pode te ajudar a encontrar melhores preços e promoções. Na lista a seguir, você descobre sete motivos que explicam a relevância da navegação anônima e por que o recurso deve fazer parte da sua rotina de compras na Internet.

1. Mais segurança e praticidade

Ao usar o modo anônimo do navegador, você acaba ganhando um pouco mais de privacidade e segurança, já que, nesse caso, dados pessoais referentes à navegação não ficam guardados no sistema. Isso é importante, por exemplo, para proteger informações bancárias usadas na hora do pagamento e até mesmo o endereço de entrega.

Além disso, com o recurso, você pode até usar duas (ou mais) contas da mesma loja no computador ao mesmo tempo. Essa opção pode ser fundamental para comparar preços, resultados de busca e variações em condições de ofertas, frete e pagamentos. Como você verá adiante, os valores e as promoções podem mudar conforme o perfil do usuário. Assim, ter a possibilidade de compará-las em diferentes contas pode ajudar você a economizar mais.

2. Evitar promoções personalizadas

Você já deve ter notado que, depois de pesquisar algum produto na Internet, anúncios daquele e de outros itens parecidos ficam aparecendo por um bom tempo, mesmo que você já tenha até comprado o que precisava, ou desistido de comprar. Esse tipo de situação ocorre porque anunciantes conseguem usar dados de suas pesquisas e navegação na Internet para inferir os produtos que você anda interessado e, assim, te bombardear de anúncios sobre eles.

Ao utilizar o modo anônimo, seu navegador não gera e não permite que esses serviços tenham acesso aos chamados cookies, um tipo de arquivo que guarda dados a respeito dos seus hábitos de navegação. Sem acesso a essas informações, os anúncios personalizados se tornam impossíveis. Por isso, você passa a ver apenas as promoções e ofertas genéricas, pensadas para atrair o grande público, e que podem conter preços e condições melhores.

3. Conseguir preços melhores

No ponto anterior, falamos um pouco sobre cookies e anúncios personalizados, algo que também é relevante aqui. As lojas ficam de olho nas suas pesquisas dentro dos sites e sabem os produtos que você já comprou, assim como os que estão salvos na sua lista de desejos, ou simplesmente os itens que você visualizou.

Esse tipo de informação é usada para criar perfis do seu comportamento e ajudar a determinar os preços que você pode eventualmente pagar em um produto. Um efeito disso é o site mostrando anúncios de itens que considera encaixar melhor nas suas preferências, mas não são necessariamente os mais baratos.

Usando o modo anônimo – e navegando pelo site da loja deslogado até o instante da compra – você garante que o e-commerce não terá acesso a esses dados para construir seu perfil de compra e oferecer resultados orientados para ele. Como a loja não sabe quem você é, ela irá oferecer as ofertas que encaixarem melhor na sua busca, algo que pode garantir resultados com preços menores.

4. Possibilidade de encontrar mais produtos

Outro efeito dos cookies é a possibilidade de que lojas os utilizem para determinar os tipos de produtos e marcas que você tem mais interesse. Com isso, os resultados de buscas dentro do site podem retornar uma seleção menor de produtos, ou simplesmente privilegiar alguns modelos e marcas em detrimento de outros.

Esse mesmo problema se manifesta nas pesquisas via Google, que vai retornar resultados personalizados de acordo com os seus hábitos, histórico de navegação e preferências. Isso pode ser ruim na hora de comparar preços, ou mesmo encontrar determinado item com preço mais competitivo em uma loja que você não tem o costume de visitar com frequência.

Usando o modo anônimo do navegador, os sites comerciais e os mecanismos de buscas não podem traçar esses perfis relacionados ao que você procurou antes. O resultado é que suas buscas serão mais genéricas e podem retornar opções mais abrangentes em termos de variedades de produtos, preços e ofertas.

5. Comprar um presente sem que a pessoa saiba

Se você divide um computador em casa, a tarefa de comprar um presente e fazer uma surpresa pode ser destruída pelos históricos de busca do navegador ou pelos anúncios personalizados que você passa a receber depois pesquisar algo. Por exemplo, você busca um celular novo e quem usar o computador em seguida vai ver anúncios do modelo, além de sugestões de busca do Google, denunciando suas intenções e acabando com a surpresa.

Como já discutimos antes, ao usar o modo anônimo, serviços de busca e anúncios não podem colher dados da sua sessão para criar anúncios direcionados, ou mesmo construir uma sugestão de buscas. Assim, você pode pesquisar com tranquilidade sabendo que sua surpresa está garantida – e ainda com a possibilidade de encontrar preços melhores por conta da ausência de preços personalizados.

6. Testar links de promoções

Na Black Friday, mesmo usuários experientes e atentos podem acabar clicando em anúncios de promoções suspeitas só porque o preço se mostra muito convidativo. Embora a recomendação seja evitar promoções distribuídas por e-mail e redes sociais a partir de canais que não sejam oficiais das lojas e marcas, você pode usar o modo anônimo como uma forma de garantir um nível um pouco maior de segurança.

A razão para isso está no fato de que, por definição, o modo anônimo do seu navegador não compartilha dados pessoais. Então se você acabar clicando sem querer em uma promoção falsa, do tipo que foi desenvolvida para coletar informações, o uso desse recurso pode ser suficiente para evitar esse vazamento dos seus dados, dando tempo hábil para você perceber a armadilha e evitar prejuízos. Em todo caso, é sempre bom reforçar: não confie em promoções encontradas nas redes sociais e em e-mails enviados por contas e endereços que não sejam oficiais de marcas e lojas.

7. Compras usando computadores de amigos ou do trabalho

Usar um computador de terceiros, seja de um amigo, parente ou mesmo cedido pela empresa em que você trabalha, requer uma série cuidados e atenção ao navegar pela Internet. Se você simplesmente navegar no modo padrão do navegador, terá de tomar cuidado com os sites em que o proprietário do computador está logado. Uma desatenção pode fazer com que você compre o produto na conta de outra pessoa, por exemplo.

Usando o modo anônimo, você pode usar um computador emprestado sem precisar deixar dados pessoais no sistema. Além disso, você não vai interferir na experiência de uso de quem emprestou o dispositivo: seu amigo ou parente provavelmente não quer visualizar anúncios referentes ao produto que você comprou na Black Friday nas semanas seguintes.

Fonte:TechTudo/Globo.

PROPAGANDA

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on email