Brasil vence o Uruguai no Centenário e fecha 2020 como líder das Eliminatórias

Arthur e Richarlison marcam, e seleção brasileira supera rival fora de casa pela terceira vez seguida, mantendo 100% de aproveitamento na competição. Cavani é expulso por entrada dura e freia tentativa da reação uruguaia

Resumão

A seleção brasileira se saiu bem, e com mais três pontos, no primeiro grande teste nas Eliminatórias da América do Sul para a Copa do Mundo de 2022. O time comandado por Tite venceu o Uruguai por 2 a 0, nesta terça-feira, no Estádio Centenário, em Montevidéu, em seu último jogo em 2020. Arthur abriu o placar, e Richarlison ampliou.

  • SEGUE O LÍDER

A vitória faz com que o Brasil feche o ano na liderança das eliminatórias sul-americanas, com 100% de aproveitamento na competição. A Seleção tem 12 pontos conquistados em quatro partidas, estando na ponta da tabela, à frente do Equador, que tem nove, e da Argentina, com 10. O Uruguai fica em quarto, com seis pontos.

  • COM SEGURANÇA

A seleção brasileira teve uma atuação segura diante de um rival poderoso, que deu trabalho no começo da partida, com Cavani e Darwin Núñez. Entretanto, depois do gol de Arthur, o time de Tite se comportou bem e soube lidar com a necessidade uruguaia de buscar o resultado. Na etapa final, com mais espaço, o Brasil controlou o jogo e levou poucos sustos.

DEIXOU NA MÃO

Astro solitário no Uruguai nesta terça, com a ausência de Suárez pela Covid-19, Cavani não teve grande atuação e ainda deixou o time na mão na etapa final. O atacante do Manchester United foi expulso diretamente – após revisão no VAR – por uma dura entrada em Richarlison no segundo tempo. O Uruguai não trazia muito perigo ao Brasil, mas o lance freou qualquer tentativa de reação.

VIRANDO ROTINA

O Brasil não perde para os uruguaios desde 2001, tendo seis vitórias e cinco empates nos últimos 11 jogos. Esta foi a terceira vitória seguida da seleção brasileira sobre o Uruguai como visitante, em Montevidéu. Nas duas últimas visitas, inclusive, os brasileiros aplicaram uma goleada sobre a Celeste: 4 a 1 nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, e 4 a 0 nas eliminatórias para 2010.

Fonte: GE/Globo.

PROPAGANDA

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on email