Brasileiro mata cavalo envenenado na Argentina

[post-views]

Imagens de segurança mostram o momento em que um jóquei e cuidador de cavalos brasileiro mata um puro-sangue envenenado em um estábulo da cidade de Santa Rosa, na Argentina. O cavalo era avaliado em US$ 30 mil, cerca de R$ 150 mil.

O homem que aparece nas imagens é o brasileiro Ari Soares de Oliveira. O jóquei foi denunciado criminalmente pelos proprietários do cavalo Festín Texano por maus-tratos e danos ao animal. Na última quinta-feira (23/5), Ari Soares recusou-se a depor no inquérito.

As informações são do El Diario de La Pampa, da Argentina. Ao jornal argentino o dono do cavalo, Miguel Iriarte, disse que o cuidador informou a família que Festín Texano morreu após um infarto.

“Confiamos na palavra dele, porém o cavalo estava saudável. Dias depois, começamos a ver as imagens de segurança, e vimos a real causa da morte”, conta o dono do cavalo envenenado.

Em dezembro, o animal, de 3 anos, ganhou um prêmio em Palermo. As imagens da câmera de segurança foram divulgadas nas redes sociais de Belén Iriarte, filha do proprietário do equino.

“O que ele fez não tem perdão. Você não pode matar e ver o animal morrendo diante dos seus olhos. Queremos justiça”, diz Belén Iriarte na publicação.

Fonte: Metrópoles

PROPAGANDA
[xyz-ips snippet="galeria"]

Compartilhar