Cabeça d’água leva ao fechamento temporário de área particular, em Goiás

Segundo dono do local, visitação deve ser reaberta a partir de quarta-feira (24). Vídeo mostra quando muita água desce com força pelas corredeiras, deixando o local muito perigoso.

Um fenômeno chamdo de cabeça d’água fez com que o proprietário de uma área na Cahapda dos Veadeiros fechasse o local temporariamente para visitação na segunda-feira (22), em Alto Paraíso de Goiás. Imagens mostram grande volume de água descendo por corredeiras perto do Vale da Lua com muita força e velocidade. Não há registros de pessoas feridas no local.

O local geralmente é aberto para visitação de turistas e fica na Vila de São Jorge, em Alto Paraíso de Goiás. No entanto, por causa do fenômeno, o proprietário achou mais seguro suspender as visitas ao menos até quarta-feira (24).

Segundo profissionais do Instituto Chico Mendes da Biodiversidade (ICMBio), a cabeçad’água é um fenômeno que acontece quando chove muito forte na cabeceira de um rio que está saturado de água já no subsolo. Por isso, muita água escoa na superfície com força e velocidade, levando o que estiver pela frente.

Turistas já se envolveram em acidentes por causa de fenômenos como esse. Um desses casos é o de Jacob Villar. Ele desapareceu após ser levado por uma cabeça d’água enquanto passeava pelo Vale da Lua, na Chapada dos Veadeiros.

O acidente aconteceu em dezembro de 2019. O Corpo de Bombeiros encontrou o corpo dele após 22 dias de buscas.

 

 

Fonte: G1/Goiás

PROPAGANDA

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on email