Casal de idosos morre vítima de grave acidente na GO-060, no trevo que dá acesso a Messianópolis

[post-views]
PROPAGANDA

Uma colisão lateral entre dois carros de passeio resultou na morte de um casal de idosos, na tarde desta sexta-feira, 3.

 

O trágico acidente, envolvendo um Renaut Symbol e um Chevrolet Classic, aconteceu no trevo que acesso ao Distrito de Messianópolis, local conhecido por inúmeras tragédias que veem ocorrendo há anos e nenhuma providência é tomada pelas autoridades competentes.

 

Desta vez morreram no local do acidente Sátiro Josino Teodoro, 79, e sua esposa Maria Rita Teodoro, 74, que ocupavam o GM Classic. No outro veículo, estava Lindomar Pereira, 53, que foi atendido por uma equipe do SAMU e encaminhado ao Hospital Municipal de Ivolândia, onde foi atendido e não corre risco de morte.

 

De acordo levantamento feito pela Polícia Militar Rodoviária Estadual, a colisão aconteceu exatamente no trevo, quando o condutor do GM Classic fazia o contorno da Rodovia GO-060 para seguir com destino à cidade de Moiporá, onde o casal morava.

 

Do lado esquerdo da rodovia, Lindomar seguia sentido a Iporá. Pelos sinais de frenagens na pista, ele teria tentado evitar a colisão acionando os freios do veículo. Infelizmente ele não conseguiu impedir que o choque acontecesse. A violência do impacto deixou o GM Classic destruído e os seus ocupantes em óbito.

 

O veículo Renalt Symbol teve dano de média monta. Lindomar Pereira seguia de Goiânia para Bom Jardim de Goiás, onde reside. A notícia da morte do casal causou consternação na população de Messianópolis e de Moiporá, onde os dois eram bastante conhecidos.

 

Segundo a Central de Regulação do SAMU Oeste I e II, a equipe de socorristas realizou os protocolos de trauma e transportou a vítima para o Hospital Municipal de Ivolândia, onde foi feito os primeiros atendimentos e solicitada uma Tomografia Computadorizada de Tórax, a ser realizada em Iporá.

 

Equipes da Polícia Técnico Científica e IML estiveram no local e realizaram os procedimentos legais de acordo com o caso e após a perícia recolheram os corpos, que após passarem por exames foram liberados para a família.

Esse acidente trágico reacende uma antiga demanda de moradores de Moiporá e Ivolândia que ao longo dos tempos contabilizam a perda de familiares e amigos vítimas de acidentes neste local. Todos querem uma solução para o problema.

 

Sendo a rodovia estadual, qualquer solução a ser dada tem que partir do Estado, ou seja, da Goinfra. Só que para que isso aconteça é necessário que as forças políticas da região reajam. Prefeitos, vereadores e lideranças locais devem adotar iniciativas no sentido de cobra ação do Governo Estadual nesse sentido.

 

Os prefeitos de Ivolândia e de Moiporá foram procurados por esta reportagem para contar o que eles têm feito na busca de solução para esse problema tão grave, uma vez que o é a principal via de acesso pela GO-060 aos dois municípios. O prefeito de Moiporá, José Wilson foi o primeiro a se manifestar.

 

“Desde quando entramos na prefeitura de Moiporá  nós pedimos  umas lambadas pra GO-060 e para a GO-444, no trevo de Moiporá, vários ofícios foram encaminhamos para Goinfra. Na segunda-feira estarei lá para mostrar o que está acontecendo nos trevos do município de Moiporá”, disse ele.

 

Para o prefeito de Ivolândia o problema não é com ele, é com o município vizinho. Segundo ele, o trevo fica no município de Moiporá, portanto o prefeito de lá que tem que buscar a solução para a situação. Como se moradores de Ivolândia ou quem visita e faz negócios na cidade não utilizasse a via de acesso e, por consequência, não possam ser possíveis vítimas de alguma tragédia a ocorrer no referido trevo. Confira a fala do prefeito abaixo.

 

“Primeiramente gostaria de informar que o trevo onde aconteceu o acidente está localizado no município de Moiporá. Me entristeço muito com o ocorrido, demos toda a assistência médica de urgência através do SAMU Ivolândia e Hospital Municipal de Ivolândia. Você entrou em contato com o prefeito do município o qual o acidente ocorreu para questionar providências que reduzam tais acidentes?”, pontuou Valdeson Vieira Júnior, prefeito de Ivolândia.

 

O morador de Ivolândia Manoel Malaquias de Azevedo, conhecido também por “Lico”, entrou em contato o A Voz do Povo solicitando que fosse cobrada ação dos políticos locais e da região para que providências sejam tomadas urgentemente porque, segundo ele, a população da sua cidade e de Moiporá não aguentam mais tantas tragédias com vítimas fatais registradas no referido trevo. “Providências devem ser tomadas e urgente”, disse Lico.

 

Por: Edivaldo do Jornal

[xyz-ips snippet="galeria"]

Compartilhar