CNH Social abre inscrições para mais 4 mil vagas, em Goiás

Interessados podem se inscrever no site do Detran até dia 17 de outubro; veja como se cadastrar. Programa permite que o morador tenha o documento de graça.

O Governo de Goiás abriu 4.014 vagas para o programa Carteira Nacional de Habilitação (CNH) Social, que é destinado à população de baixa renda, em Goiás. As inscrições começam nesta sexta-feira (18) e devem ser feitas exclusivamente no site do Detran Goiás.

As vagas são para modalidade estudantil, rural e urbana. A iniciativa visa a obtenção gratuita da primeira CNH, categorias A ou B, ou a adição das categorias A ou B e a mudança de B para D.

O programa oferece aos contemplados a isenção das taxas do Detran-GO, como a de inclusão no Registro Nacional de Carteira de Habilitação (Renach), Licença de Aprendizagem de Direção Veicular e agendamentos de provas teórica e de exame prático.

Há também isenção de pagamentos de exames médico e psicológico, junta médica quando se tratar de candidato com deficiência e toxicológico exigido para categoria profissional. Por meio de parcerias, são oferecidos ainda o curso teórico, de legislação de trânsito, as aulas práticas de direção e até três retestes.

Inscrições

As inscrições podem ser feitas até o 17 de outubro. Veja as modalidades:

  • Modalidade estudantil: os estudantes devem ter entre 18 e 25 anos, estar com cadastro ativo no CadÚnico, ter cursado e concluído o ensino médio na rede pública estadual. Para esta modalidade, um dos critérios de desempate será a nota média apurada pela Secretaria de Educação do Estado de Goiás.
  • Modalidade urbana ou rural:é necessário ter idade igual ou superior a 18 anos, estar inscrito e ativo no CadÚnico, saber ler e escrever e atender aos critérios estabelecidos pelo Código Brasileiro de Trânsito.

Os candidatos à adição de categorias não podem ter praticado, nos últimos 12 meses que antecedem à inscrição, infração de trânsito de natureza gravíssima, grave ou ser reincidente em média.

De acordo com o governo, 5% das vagas serão destinadas a pessoas com deficiência, com exceção das referentes à mudança para categoria D. Nesse caso, não haverá reserva de vagas para PCDs.

Fonte: G1 

PROPAGANDA

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on email