Cobra píton albina de mais de 2 metros é capturada dentro de casa, em Aparecida de Goiânia

Segundo biólogo, a espécie é de origem asiática ou africana, não é peçonhenta e pode ter sido trazida clandestinamente para o Brasil.

 

O Corpo de Bombeiros capturou uma cobra píton albina de mais de 2 metros dentro de uma casa localizada no Setor Aeroporto Sul, em Aparecida de Goiânia. De acordo com o biólogo Edson Abrão, a espécie é de origem asiática ou africana e é rara no Brasil, podendo ter sido trazida de forma clandestina. Vídeo mostra o animal depois da captura.

“É uma píton albina, ela é exótica, não é do Brasil, é uma serpente da África ou da Ásia. Pode ter escapado de algum cativeiro. Provavelmente foi comprada filhote e trazida clandestinamente para cá. O filhote dela custa entre até R$ 3 mil, uma deste tamanho pode valer R$ 15 mil”, explicou.

 

O resgate aconteceu na tarde da quinta-feira (10). Segundo os militares, a dona da casa estava no quintal quando viu a cobra e acionou a corporação.

O biólogo ainda explicou que todas as serpentes possuem veneno, mas nem todas conseguem injetar nas presas, é o caso da píton albina.

“Apesar dela ter veneno, ela não é peçonhenta. O macho não difere da fêmea. Vive como uma sucuri ou jiboia, mata por estrangulamento”, explicou Edson.

 

O Corpo de Bombeiros não informou se o caso foi encaminhado para a polícia, já que se trata de uma espécie rara. O animal foi encaminhado ao Centro de Triagem de Animais (Cetas) do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), onde deve receber cuidados e um destino apropriado.

G1 entrou em contato com o Ibama, por e-mail às 8h desta sexta-feira (11), a fim de saber se o instituto deve investigar como o animal veio parar em Goiás e qual destino terá a cobra, mas não houve retorno até a última atualização desta reportagem.

Fontes: G1/ Goiás

PROPAGANDA

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on email