Com duas chapas sub judice, prefeito, vice-prefeito e vereadores tomam posse em São Luís de Montes Belos

[post-views]

Foram empossados oficialmente nesta sexta-feira, 1, os candidatos eleitos nas eleições de 15 de novembro em São Luís de Montes Belos, prefeito, vice-prefeito e vereadores. O evento aconteceu na igreja sede da Assembleia de Deus e contou com a participação de muitas pessoas. Para oficializar o evento, a Câmara Municipal realizou no local uma Sessão Solene, presidida pelo vereador Antonio Teodoro, por ser o mais velho da turma.

Assinaram o termo de juramento de posse para um mandato de 4 anos o prefeito reeleito Major Eldecírio da Silva, o vice-prefeito Júnior da Receita e os vereadores Antonio Teodoro (PSDB), Bruno Borges (PSDB), Dulcemar Fernandes (PSDB), Maria dos Anjos (DEM), Maria José (PSB), Junio Guerra (PSDB), Joaquim Monteiro (PDT), Danilo Felício (PDT), Gilmar da Telemont (Patriotas), Valdirene Xavier (PT), Erly Kiell (REP), Onilton Vaz (DEM) e Régian Peres (PL).

Dentre as pessoas que utilizaram da palavra no evento três se destacaram. A primeira foi o pastor Jesiel Bastos. Ele deu um recado duro aos empossados. Confira.

O vice-prefeito Júnior da Receita agradeceu ao prefeito pela confiança depositada nele para ocupar o cargo na sua chapa e fez algumas revelações. Vejam.

Por último, o prefeito Major Eldecírio agradeceu novamente a Deus por conquistar mais um mandato e, com o choro de sempre, reconheceu a importância do trabalho de alguns apoiadores. Ele também prometeu que enviará para a Câmara Municipal, no início do mandato, um projeto que visa isentar de IPTU a população mais carente do município. Confira.

Mas diante de tanta alegria pela conquista de um mandato eletivo, dentre os empossados alguns não estavam com a alegria completa, pois duas chapas de vereadores estão sendo questionadas na Justiça Eleitoral sob a suspeita de terem utilizado de candidatas laranjas para suprir a cota de candidaturas femininas. São os partidos Republicanos e PDT.

Se a decisão do juiz eleitoral for igual a outras semelhantes, os vereadores Joaquim Monteiro, Danilo Felício e Erly Kiell correm um sério risco de terem os mandatos invalidados. Isso porque, de acordo outros julgados, os votos recebidos pelos partidos em questão serão anulados e a chapa toda cai.

Segundo a ação proposta na Justiça Eleitoral em São Luís de Montes Belos, candidatas mulheres além de não fazerem campanhas eleitorais para elas próprias, durante a campanha trabalharam para eleger outros candidatos. Uma delas confessou em suas redes sociais que estava muito feliz pela eleição dos seus candidatos, um vereador e o prefeito. Outra candidata praticamente fez o mesmo.

A decisão da Justiça Eleitoral está prestes a ser anunciada. Até lá fica a incerteza desses candidatos quanto ao futuro deles como representantes da população. Esta reportagem falou com Erly Kiell e ele foi enfático em afirmar que no seu partido não houve nada disso. Com Danilo Felício e Joaquim Monteiro não conseguimos contato. O espaço fica aberto.

Por: Edivaldo do Jornal

PROPAGANDA
[xyz-ips snippet="galeria"]

Compartilhar