Eleições 2020: Pela prefeitura de São Luís de Montes Belos, 7 nomes pré-lançados e 3 estão na espreita

Atualmente a situação política em São Luís de Montes Belos envolvendo a disputa pela prefeitura do município está embolada. O número de pretendentes a sentar-se na cadeira do executivo municipal é um dos maiores da história. Até o momento cerca de dez pessoas almejam colocar seus nomes à apreciação das urnas, nas próximas eleições. Como é de praxe, nos últimos dias que antecedem às convenções partidárias, esse número cairá para dois ou no máximo três concorrentes.

Os nomes que já estão propagados nos bastidores e em boa parte da cidade, como pré-candidatos a prefeito são: Adão Silva (PSDB), Batista da Saúde (PL), Júnior da receita (DEM), Eurípedes Barra (PT), Capitão Adão Rodrigues (sem partido), Professor Erly Kiell (PRB) e Major Eldecírio (PDT), atual prefeito, que deverá buscar a reeleição. Outros nomes estão na espreita à espera de um sinal verde para também entrarem na corrida. São eles: Bruno Lampião (PSDB), Sandoval da Matta (PTB) e Hamilton de Brito (DEM).

Bruno Lampião lançou recentemente o seu nome durante entrevista em um programa de rádio. No entanto, ele disse a esta reportagem que se no seu partido, PSDB, não vingar a candidatura do colega Adão Silva, ele estará pronto para assumir o posto. O ex-prefeito Sandoval da Matta acaba de resolver as pendências que impediriam sua possível candidatura e ele conta que a possibilidade de entrar no páreo existe. Porém, ele tem outros projetos mais prioritários. O ex-prefeito Hamilton de Brito é outro aliado a Adão Silva que deixa o nome pronto para entrar na disputa caso o colega não for.

O ex-vice-prefeito e ex-vereador por vários mandatos, Adão Silva, é tido como o nome natural dentro do PSDB. Porém, ele não se coloca nessa posição. Ele trabalha por um projeto que visa a união de todos os nomes de oposição em torno de uma só candidatura. Projeto esse que pela teimosia da maioria dos nomes já pré-lançados, tá difícil de vingar. A maioria não quer abrir mão de ser candidato.

Vereador por três mandatos, Batista da Saúde já fechou a chapa com a ex-vereadora e professora Dina, também do PL. Ele afirma com toda a convicção que esta é a sua vez. Diz ele que vai até o fim com a sua candidatura. Já o atual vereador, Júnior da Receita, que depois de uma reunião ocorrida em Goiânia com a direção estadual do seu partido, lançou a sua candidatura, diz estar aberto a conversar com todas as alas.

O professor Eurípedes Barra, que acaba de se afastar da presidência do Sintego, para se dedicar ao seu projeto político, também está disposto a conversar com todos, desde que os projetos coincidam com os seus, no sentido de priorizar o bem da população e principalmente dos servidores públicos municipais, em especial os da educação.

Apoiado por um grupo, composto pelos partidos PSB e Patriotas, o pré-candidato Capitão Rodrigues também fechou sua chapa com Mauro Reis, que é presidente do PSB em São Luís de Montes Belos. Os dois partidos deverão lançar, juntos, cerca de 40 candidatos a vereadores. É um dos grupos mais fortes, com relação a pré-candidatos atualmente, dentre eles dois dos atuais vereadores: Maria José e Alex dos Garis.

Já o professor Erly Kiell, que assumiu a presidência do PRB recentemente, no município, segue firme afirmando que será mesmo candidato a prefeito. Porém, boa parte do seu eleitorado ainda não se convenceu da possibilidade do divórcio (político) entre ele e o atual prefeito Major. Erly é considerado como braço direito e mentor político de Eldecírio.

Já o prefeito Major Eldecírio enfrenta uma situação, de certa forma, inusitada. Apesar de estar com a máquina mão e a maior parte dos atuais vereadores apoiando suas ações, segundo eles administrativamente, ele ostenta uma grande rejeição diante da opinião pública, que se manifesta através de mensagens nas redes sociais. Para resolver a situação, ele tem investido pesado na assessoria de imprensa e na comunicação. Mas os resultados têm sido inexpressíveis.

O fato é que Eldecírio durante a sua gestão perdeu a maior parte dos seus antigos apoiadores. Lideranças que o ajudaram a se eleger nas eleições de 2016. Dentre elas, Sandoval da Matta e sua esposa Cristina Vieira, e o vereador Alex dos Garis. Lideranças que desta vez estarão em outros palanques.

Nos próximos dias haverá outros desdobramentos na política monte-belense. Novas reuniões irão acontecer, alianças poderão ser formadas e o quadro atual deverá mudar, igual a nuvens, que agora está de um jeito e daqui a pouco estará de outro. Voltaremos a esse assunto tão logo surjam novidades. (Por: Edivaldo do Jornal).

 

 

PROPAGANDA

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on email