Empresa de fachada é investigada por vender testes de Covid-19 sem procedência e autorização, em Goiânia

[post-views]

No local foram apreendidos recibos de contabilidade, anabolizantes e seringas. Investigado disse que vai se apresentar e colaborar com a polícia.

Uma empresa de fachada em Goiânia está sendo investigada pela Polícia Civil por vender testes de Covid-19 sem procedência e também sem autorização dos órgãos sanitários. Foram cumpridos mandados de busca e apreensão na casa do responsável pela empresa e foram encontrados recibos de contabilidade, além de anabolizantes e seringas.

O delegado Gilson Mariano informou que a investigação começou após a Vigilância Sanitária autuar um laboratório que não conseguiu comprovar a origem dos testes rápidos que eram feitos. “A partir disso, identificou-se essa pessoa [que vendia os testes], ele se apresentava como empresário e proprietário de uma determinada empresa, mas essa empresa não existia formalmente. Não tinha CNPJ, não tinha autorização para comercializar testes”, disse.

As investigações apontaram ainda que os laudos dos exames eram assinados por uma pessoa que não tinha habilitação.

Os nomes do suspeito, da empresa e do laboratório que comprava os testes não foram divulgados pela Polícia Civil.

Os mandados formam cumpridos na casa do investigado, no Parque Oeste Industrial. No momento, o homem não foi encontrado no local. “Nós apreendemos contabilidades das compras e vendas dos testes e também anabolizantes e seringas”, explicou o delegado.

Após saber das buscas realizadas na residência, o investigado entrou em contato com a polícia e disse que vai se apresentar na delegacia e colaborar com as investigações. Ele vai responder por falsificar, corromper, adulterar ou alterar produtos destinado a fins terapêuticos ou medicinais.

Fonte: G1/Goiás.

PROPAGANDA
[xyz-ips snippet="galeria"]

Compartilhar