Funcionário de banco é investigado por gastar R$ 130 mil em nome de cliente em Goiânia

[post-views]

Homem foi preso no momento em que pagava pela instalação de som automotivo com o cartão da vítima

Um funcionário de banco está sendo investigado por gastar R$ 130 mil em nome de cliente em Goiânia. De acordo com a Polícia Civil, ele solicitou um cartão de crédito indevidamente no nome da vítima para fazer diversas compras. Investigações revelam que o funcionário se aproveitou das credenciais de acesso ao sistema do banco para cometer o crime. Ele foi preso em flagrante nesta quinta-feira (5), em Goiânia, enquanto usava o cartão.

Entre os itens adquiridos em nome do cliente, a polícia apurou que estão objetos de decoração, lençóis, computadores, eletrodomésticos e outros. Ele conseguiu fazer as compras após pedir um cartão adicional vinculado à conta corrente de um dos clientes da instituição financeira.

Funcionário de banco instalava itens automotivos pagos em nome de cliente

O homem foi autuado no momento em que pagava por um serviço de instalação de som automotivo, banco de couro e outras benfeitorias em seu veículo, no valor de R$ 20 mil, usando o cartão da vítima. Além do veículo, foram aprendidos diversos objetos adquiridos pelo autuado com os produto do crime.

Após a notícia da prisão, outros clientes do mesmo banco passaram a procurar a Delegacia, dando conta de novas ações possivelmente praticadas pelo investigado, as quais ainda serão apuradas.

O nome do suspeito e do banco ainda não foram divulgados pela Polícia. Por esse motivo, o Mais Goiás não conseguiu localizá-los para pedir um posicionamento sobre o caso.

Fonte: Mais Goiás

PROPAGANDA
[xyz-ips snippet="galeria"]

Compartilhar