GCM é preso suspeito de furtar R$ 133 de distribuidora de bebidas durante fiscalização

[post-views]

Após pegar dinheiro na gaveta, para disfarçar, o suspeito escondeu o bolo de notas atrás de um vaso sanitário

Um guarda civil metropolitano de Goiânia (GCM) foi preso suspeito de furtar R$ 133 de uma distribuidora de bebidas durante uma ação de fiscalização, no último sábado (9). No local, uma câmera de segurança filmou quando M. M. S. pega o dinheiro de uma gaveta. Ele tentou negar a ação, mas logo admitiu o fato para os demais colegas.

Por meio de nota, a Guarda Civil Metropolitana de Goiânia disse que não compactua com desvio de conduta dos seus agentes. Além disso, a instituição está colaborando com a investigação do caso.

Segundo o boletim de ocorrência, o guarda foi preso pelos próprios colegas que estavam na fiscalização e levado para a delegacia da Polícia Civil.

GCM negou furto por duas vezes

De acordo com registro, agentes da Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma) estavam na distribuidora, por causa de uma reclamação de som alto, e a Guarda Civil foi chamada para prestar suporte.

O dono do comércio acompanhava a fiscalização pelas câmeras de segurança quando viu o guarda pegando o dinheiro na gaveta. Ele ligou para um funcionário e comunicou o furto. Ele, em seguida, avisou aos guardas.

Um GCM contou que perguntou ao colega se ele havia pegado o dinheiro na gaveta. O guarda negou por duas vezes. Na terceira tentativa, ele admitiu e levou os colegas a um banheiro, onde jogou o bolo de dinheiro atrás do vaso sanitário.

O agente em questão foi conduzido pela própria GCM à Central de Flagrantes. Ainda nesta segunda-feira (11), irá passar por audiência de custódia.

Confira na íntegra a nota da GCM:

A propósito de solicitação deste veículo de comunicação, a Guarda Civil Metropolitana (GCM), informa o que se segue:

– A Guarda Civil Metropolitana não compactua de forma alguma com desvio de conduta dos seus agentes.

– O agente em questão foi conduzido pela própria GCM à Central de Flagrantes. Na segunda-feira, irá para audiência de custódia.

– A instituição está colaborando com a investigação da Polícia Judiciária.

Guarda Civil Metropolitana (GCM)

Fonte: Mais Goiás

PROPAGANDA
[xyz-ips snippet="galeria"]

Compartilhar