Governo afirma que mais de 1 milhão de vacinas contra Covid-19 foram distribuídas e questiona a aplicação de apenas 62% delas

Foram repassadas aos municípios 1.031.380 doses ao total, segundo a SES. Em Goiânia, os dados apontam que a prefeitura usou ou registrou 60% das 277.472 doses recebidas do estado. Governador disse que não faz sentido enviar mais doses para municípios que tem estoque sem uso.

O governo afirma que repassou mais de 1 milhão de vacinas contra Covid-19 aos 246 municípios goianos, mas os dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES) mostram que 62,80% delas foram aplicadas ou registradas nos sistemas do Ministério da Saúde, ou seja, 406 mil doses não foram usadas ainda.

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), criticou as prefeituras que não têm feito a atualização no sistema do governo federal.

“Não tem sentido, neste momento, as pessoas não terem o cuidado de fazer o relatório diário e remeter à secretaria de saúde. Se você tem um município que tem estoque e ele não está sendo usado, não tem sentido remeter a cota para aquele município se ele não está cumprindo com a aplicação correta de acordo com a faixa etária”, ponderou Caiado.

O secretário Estadual de Saúde, Ismael Alexandrino, disse que a falta de uso da vacina ou do registro no sistema atrapalha o planejamento de distribuição de mais doses aos municípios.

“Reclama de dificuldade do quantitativo de pessoas e que a internet no local não logou no sistema. Tem várias reclamações nesse sentido. Mas em contrapartida, tem municípios que estão conseguindo fazer direito. Então se uns conseguem e lançam no sistema, a gente entende que todos conseguem fazer”, pontuou Alexandrino.

Foram repassadas aos municípios 1.031.380 doses ao total, segundo a SES. Em Goiânia, os dados apontam que a prefeitura usou ou registrou 60% das 277.472 doses recebidas do estado. No município vizinho de Aparecida de Goiânia, o índice cai para 51%. A prefeitura recebeu 69.700 vacinas.

Em Bonópolis, foi registrado um dos índices mais baixos: 20% das 520 vacinas recebidas foram aplicadas na população ou registradas na plataforma do governo federal.

A prefeitura de Goiânia disse que estar trabalhando para que as digitalizações da vacina ocorram em tempo real e ganhou, inclusive, reforço de estudantes da área da saúde para ajudar no processo.

A prefeitura de Aparecida de Goiânia admitiu que houve atraso no lançamento de informações sobre a vacinação na cidade por problemas técnicos, mas que será resolvido nos próximos dias.

Já a prefeitura de Bonópolis não respondeu aos questionamentos da TV Anhanguera.

Fonte: G1/Goiás

PROPAGANDA

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on email