Governo de Goiás recebe mais 132,8 mil vacinas da AstraZeneca

Indicativo do Ministério da Saúde é que carregamento de imunizantes contra Covid-19, entregue na madrugada desta sexta-feira (07/05), será destinado a aplicação da segunda dose. Atualmente, número de vacinados no território goiano aproxima-se de 1 milhão de pessoas. “Esperamos um outro calendário, a partir de domingo ou de segunda-feira, para que possamos ampliar e dar continuidade à primeira dose”, diz governador Ronaldo Caiado

O governador Ronaldo Caiado esteve à frente de mais um recebimento de doses de vacina contra a Covid-19 na Central Estadual da Rede de Frio da Secretaria de Estado de Saúde (SES), em Goiânia. O carregamento enviado a Goiás pelo Ministério da Saúde (MS) chegou ao Aeroporto Internacional de Goiânia, na madrugada desta sexta-feira (07/05), com 132,8 mil imunizantes. Esta é a 18ª remessa recebida no Estado e tem o lote composto por vacinas da AstraZeneca, do consórcio Oxford/AstraZeneca, produzidas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

O governador informou que a destinação da remessa deve ser reservada para  atender à recomendação de nota técnica que deve ser emitida pelo MS ainda nesta sexta-feira. Até a definição, o lote recebido será estocado, com previsão de uso para segunda dose. “A princípio, este lote não terá a distribuição imediata. Será estocado aqui até que chegue o momento adequado para que a gente distribua aos municípios”, pontuou Caiado.

O governador ainda comunicou a chegada de 32.200 doses da CoronaVac no próximo sábado (08/05). Para essa remessa também há previsão inicial de que seja utilizada para a segunda dose. “Nós esperamos um outro calendário, a partir de domingo ou de segunda-feira, para que possamos ampliar e dar continuidade à primeira dose”, avaliou.

O secretário de Estado Saúde, Ismael Alexandrino, pontuou que, com a última remessa recebida, com 211 mil doses, há vacinas para finalizar a vacinação de idosos em municípios que ainda não concluíram o grupo e prosseguir a vacinação das pessoas com comorbidades nos locais em que a campanha encontra-se mais avançada. “Até chegar a próxima remessa para D1 [primeira dose], nós temos as vacinas de comorbidades”, afirmou.

Alexandrino comentou a perspectiva não confirmada de utilização da remessa recebida nesta sexta-feira para a primeira dose. “Calibramos a nossa expectativa e esperamos esse posicionamento oficial do Ministério da Saúde. Se houver alguma reversão de entendimento, conseguimos ampliar ainda mais esse grupo de comorbidades, que é grande, 616 mil pessoas”, comentou.

Próximo a completar 1 milhão de doses aplicadas no Estado, o  reforço no quantitativo de vacinas para a segunda dose vai contribuir para garantir que a população já imunizada com a primeira dose complete o quadro vacinal. “Estamos com a vacinação de vento em popa”, avaliou Alexandrino ao mencionar que o Estado já distribuiu mais de 2 milhões de doses.

O titular da SES avaliou ainda a “queda sustentada” nos indicadores da pandemia. “Está há mais de 40 dias em queda no número de pedidos de internação em UTI [Unidade de Terapia Intensiva]. Tem sido muito perceptível nos últimos oito dias. Estamos abaixo de 80% [de ocupação]. Já percebemos que o mapa de risco deu uma clareada”, analisou. No entanto, Ismael advertiu que ainda assim os cuidados devem ser mantidos. “Estamos em franco momento de pandemia“, ressaltou.

Campanha

Na fase atual da vacinação, estão priorizadas as pessoas com 18 anos ou mais que se encaixem nos seguintes casos: Síndrome de Down, pacientes renais crônicos em terapia de substituição renal (diálise) e gestantes ou mulheres no pós-parto com comorbidades.

Ainda neste grupo, estão incluídas as pessoas com comorbidades definidas no Plano Nacional de Imunização na faixa etária de 55 a 59 anos, bem como aquelas que se enquadram nas deficiências cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Vacinação

Em todo o Estado de Goiás, até quinta-feira (06/05), foram aplicadas 995.337 doses das vacinas contra o coronavírus de acordo com dados preliminares da Secretaria de Estado da Saúde. Desse grupo, 511.019 já receberam o reforço da segunda dose.

Até agora, o Governo de Goiás recebeu mais de 2 milhões de doses de imunizantes, sendo 1,2 milhão da CoronaVac, 826 mil da AstraZeneca e 17 mil da Pfizer. 

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás /  Foto: André Sadi

PROPAGANDA

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on email