Governo divulga edital com 5 mil bolsas para universitários em Goiás

Estudantes selecionados devem começar a receber o benefício ainda no primeiro semestre deste ano. Inscrições começam na segunda-feira; veja critérios.

O governo de Goiás divulgou um edital com 5 mil vagas de bolsas estudantis para o nível superior pelo Programa Universitário do Bem (ProBem). As inscrições começam na próxima segunda-feira (10) e vão até o dia 23 de janeiro. Os cadastros serão feitos pela internet.

O edital foi divulgado na quarta-feira (5), no site da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG). O programa é voltado para estudantes de todo o estado e que estejam em situação de vulnerabilidade social. As bolsas são divididas em integrais e parciais, de acordo com o valor da mensalidade do bolsista. Segundo o governo, os alunos contemplados devem receber o benefício já no primeiro semestre deste ano.

Quem pode concorrer

Para se candidatar ao benefício é necessário que o estudante esteja inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e possua vaga na Instituição de Ensino Superior (IES). A inscrição no CadÚnico precisa ter sido realizada até o dia 12 de dezembro de 2021.

Bolsas

Das 5 mil bolsas ofertadas, 1 mil são integrais e 4 mil parciais. As parciais correspondem a 50% do preço da mensalidade, um valor limitado a R$ 650. Já as integrais correspondem a 100%, um valor limitado a R$ 1,5 mil.

As bolsas concedidas aos estudantes que cursam medicina ou odontologia têm limites maiores, R$ 2,9 mil para o benefício parcial e R$ 5,8 mil para o integral.

Sobre o programa

O ProBem é uma reformulação do antigo programa Bolsa Universitária. Caiado sancionou a lei que decretou a mudança no dia 5 de janeiro de 2021. Segundo a OVG, com as novas bolsas, o programa passa a beneficiar mais de 10 mil estudantes do estado.

Além das bolsas de estudo, o ProBem faz a mediação do acesso de jovens ao mercado de trabalho e oferece acompanhamento integral à família do bolsista, através da uma rede socioassistencial.

Fonte: G1/Goiás

PROPAGANDA

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on email