Hospital Estadual de São Luís de Montes Belos inicia o ano com novos atendimentos ambulatoriais

Unidade do Governo de Goiás em São Luís de Montes Belos passa a oferecer acompanhamento pré e pós-operatórios também a vítimas de violência sexual

O Hospital Estadual de São Luís de Montes Belos – Dr. Geraldo Landó (HESLMB) inicia o ano disposto a atingir novas metas e ampliar a área de atendimento. Por meio do Sistema Estadual de Vagas Integradas à Rede (Servir), desenvolvido pelo Complexo Regulador do Estado (CRE) – responsável por intermediar os serviços do SUS em Goiás –, a unidade começou a agendar consultas para seu novo ambulatório, dedicado a acompanhar quadros clínicos que não apresentem risco à vida e não necessitam de internação.

A nova ala da unidade do Governo de Goiás auxilia na continuidade dos tratamentos e reforça o acolhimento oferecido pelos profissionais que atuam em mais de 12 especialidades para atender a população da região de São Luís de Montes Belos e do seu entorno, entre elas cardiologia, ginecologia obstetrícia, ortopedia, angiologia e cirurgia vascular.

Com equipamentos de alta tecnologia e profissionais qualificados, a nova ala proporciona aos pacientes atendimentos para pré e pós-operatórios, exames, egresso hospitalar – que é a continuidade de tratamento, com revisões de prescrições médica e acompanhamento de melhora no quadro – e atendimentos de Vítimas de Violência Sexual (VVS). Presta também assistência a serviços multiprofissionais, como fisioterapia, terapia ocupacional e fonoterapia.

Tendo em vista o crescimento no número de violência doméstica e sexual em todo o País, o HESLMB se preocupa em prestar o atendimento necessário às pessoas que passaram pelo trauma. Segundo o Anuário de Segurança Pública de 2021, produzido pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), o primeiro semestre do ano registrou aumento de 8,3% de casos no país. 

“É preciso que a vítima dê o primeiro passo e não desista de buscar ajuda, porque a vida vai muito além disso. Pois quando chegam até nós, fazemos tudo que for possível para ajudá-las, com avaliação inicial e acolhimento humanizado, reduzindo a sua situação de vulnerabilidade”, explica Victoria Simiema, psicóloga do atendimento à VVS.

Tratamento adequado

O atendimento emergencial a vítimas de violência sexual é garantido por lei e obrigatório em todas as unidades da rede pública. Em São Luís de Montes Belos, após o pedido de assistência realizado pelo próprio paciente, a vítima é encaminhada ao pronto-socorro, para os cuidados da equipe médica, e é preparada para receber tratamento adequado. 

Já com o encaminhamento para a assistência social, psicológica e infectologia. A psicóloga ainda conclui, “Cada situação é diferente, por isso realizamos o atendimento individualizado. Fazemos tudo que podemos para ajudar essas vítimas a resgatar uma nova vida. Sempre tem pessoas do bem no mundo, prontas a ajudar, e nós da saúde somos apenas a ponte”.

O atendimento ambulatorial é agendado a partir de encaminhamento feito pelos municípios. Dessa forma, o paciente deve passar pela consulta em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) ou unidades regionais e receber encaminhamento automático para a unidade do município e dar início ao acompanhamento. “A nossa equipe está animada por iniciar o ano com o pé direito. Ampliar o atendimento e trabalhar com excelência, acolhendo a população, é a prova de que estamos alcançando nossos objetivos”, afirma Éder Souza, diretor do HESLMB.

Dayelle Hadassa (texto e foto)/Imed

PROPAGANDA

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on email