Idosa em Goiânia cai no golpe do falso sequestro e entrega R$ 320 mil para bandidos

[post-views]

Uma idosa de 78 anos foi vítima do golpe do falso sequestro em Goiânia na última sexta-feira (14). Acreditando que a filha estivesse em cativeiro, ela transferiu R$ 20 mil e entregou cerca de R$ 300 mil em joias para os criminosos. O caso só foi solucionado graças à desconfiança de funcionários do banco onde a vítima tentava realizar uma segunda transferência de R$ 20 mil.

Segundo a Polícia Militar de Goiás (PMGO), na madrugada de sexta-feira, a idosa recebeu ligações telefônicas de criminosos que se diziam sequestradores de sua filha. Manipulada, ela foi convencida a entregar as joias que possuía e a realizar transferências bancárias para garantir a “liberdade” da filha.

Por volta das 10h da manhã, a vítima foi até o banco e transferiu R$ 20 mil para os bandidos. Uma hora depois, os golpistas a coagiram a informar seu endereço, abrir o portão da residência e deixar uma sacola com as joias em frente à casa. Câmeras de segurança registraram o momento em que um homem pegou a sacola e fugiu.

Após ter as joias levadas, os criminosos exigiram mais R$ 20 mil da idosa. Ao tentar realizar a nova transferência no banco, a vítima despertou a atenção dos funcionários, que perceberam algo estranho. A idosa, orientada por eles, sussurrou no ouvido do gerente que estava sendo assaltada.

Ação rápida e joias recuperadas

O gerente do banco, então, ligou para a filha da vítima, confirmando que se tratava de um golpe e acionou a PMGO. Através das imagens das câmeras de segurança, os policiais identificaram a placa do carro usado pelos criminosos. O veículo, que estava alugado, foi rastreado e localizado, levando à prisão do suspeito de pegar as joias.

O homem, de 28 anos, foi preso em Trindade e confessou o crime. As joias furtadas foram recuperadas e devolvidas à idosa. Segundo a PMGO, o suspeito já havia sido preso anteriormente por estelionato e associação criminosa.

Fonte: O Hoje

PROPAGANDA
[xyz-ips snippet="galeria"]

Compartilhar