Mãe é presa suspeita de mentir para acobertar marido investigado por estuprar a filha dela

[post-views]

Segundo a polícia, ela viu quando homem abusou da menina, de 12 anos, e não o denunciou. Padrasto ainda não foi preso.

 

Uma mãe, de 39 anos, foi presa suspeita de acobertar o marido, que é investigado por estuprar a filha dela, de 12 anos, em Abadia de Goiás, na Região Metropolitana de Goiânia. Segundo a Polícia Civil, ela flagrou quando o homem abusava da menina, mas mentiu para defendê-lo. O padrasto da menina ainda não foi preso.

 

Até a última atualização desta reportagem, o g1 não havia obtido contato com a defesa da suspeita para que se posicione.

 

O mandado de prisão temporária de 30 dias foi cumprido na quarta-feira (8), por policiais da Delegacia de Polícia de Abadia de Goiás.

 

De acordo com a PC, o crime aconteceu quando a criança estava em casa sozinha com o padrasto. Quando a mãe voltou, ela viu a cena criminosa em mesmo assim não procurou a polícia. Em depoimento aos policiais, ela disse que não viu nenhum abuso.

 

Com base em no que foi dito por testemunhas e nas provas colhidas durante a investigação, a Polícia Civil percebeu que a mãe estava mentindo para defender o companheiro e, por isso, pediu pela prisão temporária dela e do suposto autor, que, até sexta-feira (10), continuava foragido.

 

g1 tentou contato com a assessoria da PC, por volta das 17h deste domingo (12), para saber se o homem já foi preso, mas a reportagem foi informada de que ainda não há novidades sobre o assunto.

 

Fonte: G1/Goiás

 

PROPAGANDA
[xyz-ips snippet="galeria"]

Compartilhar