Marconi acusa Caiado de se apropriar de programas de governo do PSDB

Tucano diz que o governador não tem plano de governo ou projeto e “desmonta o Estado”

Em vídeo publicado nas redes sociais, o ex-governador Marconi Perillo (PSDB) criticou o atual gestor do Estado, Ronaldo Caiado (DEM). O tucano acusa o democrata de se apropriar de programas do PSDB, alterando os nomes. Ele diz em referência à instituição do Expresso, nova marca cotada para o Vapt Vupt, e do Universitários do Bemem substituição ao Bolsa Universitária, pelo governo estadual.

Marconi diz que o governador não tem plano de governo ou projeto e “desmonta o Estado”. “Tenta, alterando seus nomes, se apropriar de programa de nossos governos”, aponta.

O ex-governador ainda diz que o democrata “sabe muito bem quem estava por trás da deflagração da Operação Cash Delivery a 9 dias das eleições de 2018 com objetivo de me derrotar”. “Tive que buscar trabalho em São Paulo, é verdade, mas para sustentar minha família. Não nasci em berço de ouro como ele. Não enriqueci na política e dependo do meu salário para sobreviver”, explica o ex-governador sobre sua saída de Goiás.

O tucano mora desde novembro de 2018 em São Paulo e trabalha como consultor da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), da família de Benjamin Steinbruch.

Marconi diz ainda que não buscou emprego em Goiás, pois Caiado “perseguiria qualquer empresário” que tentasse contratá-lo. No entanto, afirma que nunca abandonou o Estado. “Por onde andamos em Goiás encontramos a marca do nosso governo”, aponta. “Hoje o Estado está paralisado. Bandido é quem mente e quem persegue o servidor público e dá calote na dívida, quem persegue trabalhadores e patrões”, diz.

O ex-governador acusa Caiado de interferir na polícia e afastar delegados que investigaram o governo e parentes próximos. “Bandido é quem está destruindo o Estado. Não adianta acusar-me do que não sou. Se Goiás não é lugar de bandido, Caiado deveria ser o primeiro a sair daqui”, critica. “Desça do palanque e assuma de vez o governo de Goiás”, completa.

Mais Goiás aguarda posicionamento do Estado de Goiás.

Fim do silêncio

Marconi vem, nas últimas semanas, rompendo o silêncio que mantinha desde que saiu de Goiás para morar em São Paulo. A volta do ex-governador ao centro dos debates pode ter relação com a proximidade das eleições de 2022. O tucano tenta se firmar como uma voz de oposição no Estado. É possível que lance candidatura, a princípio para deputado federal.

Fonte: Mais Goiás

PROPAGANDA

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on email