Mulher é flagrada tentando repassar drogas para custodiado, em Trindade

[post-views]

O fato foi comunicado à Polícia Civil para investigação e providências necessárias. Direção da unidade prisional abriu procedimento administrativo interno para apuração do fato

Servidores da Unidade Prisional Regional (UPR) de Trindade evitaram a entrada de substância ilícita, aparentemente maconha, no presídio, nessa quarta-feira (04/08), durante a entrega da cobal.  A droga estava escondida em biscoitos de polvilho deixados pela mãe de um dos custodiados do local.

Diante do flagrante, a senhora de 53 anos foi encaminhada à Delegacia de Polícia Civil do município para as providências necessárias, que o caso requer. O entorpecente interceptado também está à disposição das autoridades policiais competentes para os devidos fins.

A direção do presídio, pertencente à 1ª Coordenação Regional Prisional (CRP) da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), abriu procedimento administrativo interno para apuração do fato e aplicação das sanções disciplinares ao custodiado destinatário dos ilícitos, conforme determina a Lei de Execução Penal (LEP).

O rigor dos procedimentos operacionais penitenciários realizados durante a entrega de itens de higiene e mantimentos para os presos – cobal – segue as diretrizes estabelecidas pelo Governo de Goiás, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) e a DGAP, com o intuito de inibir a entrada de ilícitos nas unidades prisionais goianas.

Fotos e textos: DGAP

PROPAGANDA
[xyz-ips snippet="galeria"]

Compartilhar