Neto é preso suspeito de espancar avô de 82 anos e roubar o carro dele

[post-views]

Segundo a Polícia Civil, após agredir o avô, o homem fugiu, mas disse que voltaria para matá-lo. A equipe montou campana em frente a casa do idoso e conseguiu prender o suspeito.

Um homem de 40 anos foi preso suspeito de espancar o avô de 82 anos e roubar o carro, cartão e celular do idoso em Goiânia. Segundo a Polícia Civil (PC), após agredir o avô, Deygles Régis Arruda fugiu, mas disse que voltaria para matá-lo.

Em nota, a Defensoria Pública de Goiás (DPE-GO) informou que representou o Deygles na audiência de custódia, porém, até o momento, não foi intimada para defendê-lo no decorrer do processo (leia a íntegra da nota no final desta matéria).

O caso aconteceu na quinta-feira (21), no Conjunto Anhanguera. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Alexandre Bruno, a polícia foi ao local após uma denúncia anônima e encontrou vários móveis danificados, além de muitas marcas de sangue no quarto, sala e cozinha da casa.

“Prestamos socorro ao avô que foi agredido a pauladas e teve um corte de aproximadamente 8 centímetros na perna e montamos campana em frente a casa do idoso. Quando o homem retornou ao local, a equipe conseguiu prender o suspeito”, afirma o delegado.

 

Conforme a PC, o suspeito já possui passagens roubo majorado pelo emprego de arma de fogo e tentativa de homicídio. Agora, ele deve responder por lesão corporal, ameaça, dano qualificado, furto qualificado e exploração financeira. Somadas, as penas podem chegar a mais de 20 anos de prisão.

g1 entrou em contato com a Defensoria Pública do Estado de Goiás (DPE-GO), responsável pela defesa de Deygles, para pedir um posicionamento sobre o caso e aguarda retorno.

Íntegra da nota da DPE

A Defensoria Pública do Estado de Goiás representou Deygles Régis Arruda durante a audiência de custódia. No entanto, até o momento, a Defensoria Pública ainda não foi intimada para atuação posterior em eventual ação criminal, nem a Instituição foi acionada por seus familiares.

Fonte: G1/Goiás

PROPAGANDA
[xyz-ips snippet="galeria"]

Compartilhar