PL de São Luís de Montes Belos realiza reunião sem a presença do senador Wilder de Morais

[post-views]

A tão anunciada presença do senador e presidente do PL – Partido Liberal em Goiás, Wilder de Morais, nesta terça-feira, 2, em São Luís de Montes Belos, acabou não acontecendo. De acordo com a organização do evento, que foi realizado numa empresa de leilões da cidade, morais ficou preso a outro compromisso político em Anápolis, mas mandou um representante.

De acordo com o ex-vereador e presidente local do PL Valdir Ribeiro, o objetivo da reunião foi o de unir forças entre filiados e novos filiados visando às eleições municipais desse ano. Ribeiro, que colocou o seu nome à disposição para disputar o cargo de prefeito, afirma que o partido está empenhado a compor chapas majoritária e proporcional.

Eduardo Furbino, assessor de Wilder Morais, justificou a ausência do senador, parabenizou o grupo pela iniciativa e disse que a direção estadual do PL dará total apoio ao que o grupo de São Luís de Montes Belos decidir.

Várias lideranças políticas, empresariais e profissionais liberais prestigiaram o evento. O ex-prefeito Sandoval da Matta e sua esposa Cristina Vieira, o vereador Régio do Gás, eleito pelo PL, ex-vereadores e pretensos candidatos às próximas eleições, alguns já filiados a outros partidos, também marcaram presenças.

Assim como outros partidos, em São Luís de Montes Belos, o PL também encontra dificuldades para a formação de chapas para prefeito, vice e vereadores. A maioria apoia a proposta apresentada, mas quase ninguém se habilita a por o nome à disposição, principalmente para o cargo de prefeito.

Outro partido que se encontra em situação semelhante é o PDT, presidido pelo atual vereador Joaquim Monteiro. Nos bastidores era tida como certa a ida de Monteiro para outro partido. A esta reportagem o vereador negou. Segundo ele, após assumir a presidência ele está buscando organizar a situação e que a possibilidade de o PDT ficar fora da disputa é praticamente nula.

Também está muito fomentada nos bastidores da política local, uma debandada geral dos tucanos monte-belenses para outros partidos. Dos cinco vereadores eleitos pelo PSDB, Bruno Lampião e Rochinha já alçaram voou do ninho e foram parar no Republicanos, partido da base de Maria dos Anjos, pré-candidata a prefeita pelo Solidariedade.

A saída de Junior Guerra e Dulimar Fernandes também é tida como já decidida. O A Voz do Povo não conseguiu falar com Junio Guerra, mas a vereadora Dulce confirmou a saída dos dois. Com essa debandada, dificilmente o PSDB estará na disputa. Fato inédito na história do partido em São Luís de Montes Belos.

Por: Edivaldo do Jornal

PROPAGANDA
[xyz-ips snippet="galeria"]

Compartilhar