Prefeito veta projeto que reconhecia atividades religiosas como essenciais em Goiânia

Prefeito veta projeto que reconhecia atividades religiosas como essenciais em Goiânia

Projeto do vereador Dr. Giancarlo Said (MDB), permitia funcionamento de igrejas mesmo ’em tempos de crises ocasionadas por moléstias contagiosas ou catástrofes naturais’. Prefeito justificou que texto é inconstitucional.

O prefeito Rogério Cruz (Republicanos), vetou um projeto de lei que reconhecia as atividades religiosas como essenciais em Goiânia. O projeto do vereador Dr. Giancarlo Said (MDB), permitia o funcionamento de igrejas mesmo “em tempos de crises ocasionadas por moléstias contagiosas ou catástrofes naturais”. Chefe do Poder Executivo justificou que o texto é inconstitucional.

O veto foi publicado no Diário Oficial na tarde de quarta-feira (3), o prefeito, que é pastor licenciado da Igreja Universal, argumentou que “a espiritualidade tende a ser um recurso importante para muitas famílias, podendo contribuir no enfrentamento aos desafios da vida, na adaptação e na resiliência às perdas”. No entanto, ele disse que não há normas estaduais e federais que autorizem a abertura dos templos em meio à pandemia.

O prefeito justificou também que as normas propostas no texto “ferem a autonomia do município, limitando a política pública municipal de controle epidemiológico e sanitário ao combate à pandemia da Covid-19”.

O projeto de lei foi aprovado pela Câmara Municipal no dia 3 de fevereiro deste ano. Agora, a análise do veto deve passar por uma comissão e também em plenário. Os vereadores podem mandar o projeto para o arquivo, concordando com a decisão do prefeito, ou derrubar o veto por maioria absoluta, indo então para promulgação do presidente da câmara. A Prefeitura de Goiânia decretou no último sábado (27) o fechamento do comércio não essencial. As medidas de restrições são para conter a contaminação da Covid-19 e diminuir a taxa de ocupação dos leitos de UTI.

Fonte: G1/Goiás

PROPAGANDA

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on email