Saneago afirma que mantém suspenso o corte de água por falta de pagamento de quem está inscrito no Residencial Social

Medida segue por tempo indeterminado devido ao período crítico da pandemia em Goiás; veja como se cadastrar no programa.

A Companhia de Saneamento de Goiás (Saneago) anunciou que vai manter a suspensão do corte do fornecimento de água por falta de pagamento de famílias cadastradas no programa Residencial Social.

O benefício integra o pacote de ações anunciado pelo governo devido à crise econômica causada pela pandemia. O decreto que está em vigor em Goiás voltou a proibir atividades comerciais não essenciais desde quarta-feira (17), para tentar controlar o avanço da Covid-19 no estado.

Segundo a companhia, a medida segue sem previsão de término diante do cenário crítico da pandemia. A Saneago informou ainda que um estudo técnico está sendo feito para ampliar a quantidade de famílias com maior vulnerabilidade a serem incluídas no programa.

Ainda de acordo com a companhia, a suspensão dos cortes foi prorrogada por várias vezes desde março de 2020, com apenas com uma pausa em janeiro após dois programas de negociação de faturas, para possibilitar que os clientes se organizassem e regularizassem pendências, mas que logo foi retomado.

Quem pode se inscrever:

Para se inscrever no programa Residencial Social, o morador deve fazer a solicitação no chat no site da Saneago e preencher o cadastro com documentações que comprovem os critérios abaixo:

  • Ser beneficiado por algum programa social do governo federal, estadual ou municipal;
  • Que se encaixe nas categorias definidas pela Saneago: more em imóveis classificados como- residenciais, que apresentem características como popular/rústico ou com área de até 60 m²; possua renda familiar de até dois salários mínimos comprovados.
  • Não possuir fonte alternativa de abastecimento no imóvel;
  • Apresentar consumo mensal de até 20 m³ por mês;

Atendimentos

Por causa do novo decreto do governo, as unidades da Saneago nos Vap Vupts estarão fechadas até 31 de março. Porém, os atendimentos seguem por meio de canais não presenciais 24h por dia, pelo telefone 0800 645 0115, pelo site da Saneago, pelo aplicativo de celular ‘Saneago na Rede’ ou pelas redes sociais da empresa.

Em nota, a Saneago ainda informou que a negociação de débitos de faturas atrasadas também pode pode ser feita pelo site da companhia ou nas agências do Vapt Vupt – quando estas voltarem a atender.

Fonte: G1/Goiás

PROPAGANDA

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on email