São Luís: Em entrevista Edmilson Tatico confirma possível união de lideranças em 2022

O ex-prefeito Edmilson Tatico (PSD) esteve recentemente na Rádio Comunitária Ativa FM, onde foi entrevistado pelo radialista Erildo Pereira. A pauta da entrevista não poderia ser diferente, o atual processo eleitoral, que deverá ter mais uma vez Mércia Tatico (PTB), sua esposa, na disputa pela prefeitura. Ele também confirmou os rumores de um possível e grande projeto que visa unir lideranças políticas locais com o objetivo de eleger um deputado estadual e um federal representando a região. No pacote poderá estar antigo adversários e rivais até então.

Questionado se ainda estava decepcionou com a derrota em 2016, Tatico foi incisivo na resposta. “Quando vem um novo, que promete muito, muitas pessoas caem e acontece de desacreditar daquele que sempre falou a verdade, aquele que posicionou firme, mostrando e fazendo sempre, e de repente chega uma proposta fácil, uma proposta de coisas que na verdade foram e são viáveis e a gente fica triste pelo fato de as pessoas não reconhecerem, mas depois passa e você observa que teve muita gente com a gente, onde a gente chega hoje as pessoas querem é por isso que estamos aqui, muitas pessoas pedindo, chamando, lá no velório você lembra todo mundo que estava ali, perguntava que dia vai começar, que dia íamos voltar. É por isso temos que olhar para frente de uma forma boa para São Luís”, disse.

Ao confirmar que Mércia Tatico será o nome que estará na disputa, Edmilson afirma também que ela terá o apoio dele e do seu pai, o ex-deputado federal José Tatico. “Vou apoiar e com a benção do Zé Tatico também, ele que é um idealizador, ele gosta muito de política, gosta muito de ver o resultado, a modificação, a mudança de vida que você coloca para as pessoas para a cidade, na verdade ele é um sonhador que gosta de ver o resultado das pessoas, ele gosta muito”, frisa.

Erildo Pereira cobrou do entrevistado por que o legado das gestões Tatico não foram suficientes para a reeleição da sua esposa em 2016. Edmilson fez uma explanação destacando o que foi feito. “Na verdade, quando é o novo gera sim uma expectativa que pode ser diferente, pode ser melhor do que o que aí está, e quando as pessoas percebem que não é assim, como já aconteceu, eu já fui prefeito e as coisas foram acontecendo, como a Faculdade Montes Belos, e outras tantas coisas que aconteceram. Então, quando aconteceram os outros mandatos, as outras gestões não foram iguais. Eu sempre falei e você é testemunha disso, que é coisa de Deus, porque sai um gestor falando que não pode isso, que não tem jeito daquilo, que não tem dinheiro para tudo, que põe dificuldade. No começo do mandato da prefeita Mércia, tiramos todo o asfalto do Barreirinho e fizemos de novo, com o dinheiro do município e assim foi o mandato inteiro, perdemos as eleições e continuamos trabalhando até os últimos dias. Então as pessoas pensam que aqui é tudo muito fácil, mas é fácil pra quem quer, pra quem conhece e pra quem tem essa proteção de Deus, porque eu acredito que o gestor que está ai não tem vontade de fazer, não teve vontade gerar nenhum emprego, de trazer nenhuma indústria, ou fazer uma obra expressiva com o dinheiro do município. Eu penso que as pessoas vão estar refletindo porque a gente trabalhou e trabalha sempre para trazer a independência das pessoas, criar oportunidades para as pessoas. É para isso que trabalhamos. Nós cuidamos das pessoas que precisam da cesta básica, que precisam de um tratamento, de um remédio, nós cuidamos de tudo isso, mas não esquecemos de gerar empregos para as pessoas ganharem o pão de cada dia com o seu próprio suor. As pessoas viram a possibilidade de isso continuar e com certeza isso vai continuar, nós estávamos com tantas empresas pra virem, compramos e adquirimos um terreno de 7 alqueires, para gerar um monte de empregos e parou tudo. O que chegou é porque deu continuidade em algumas coisas que o próprio empresário não quis que parasse. Na gestão passada conseguimos a Hering, APC, o Goiaço, o Mel Café… Tudo num terreno adquirido pela gestão passada, as indústrias que vieram foram nós que trouxemos, que iniciamos e tem outras como a esmagadora de soja, que já entramos em contato e com certeza vai ser uma realidade aqui em São Luís. Tem coisas que a gente pode falar porque no passado e aconteceram e no futuro vão acontecer mais ainda”, destaca.

Edmilson Tatico também foi questionado sobre os motivos que levaram a família voltar a São Luís somente quatro anos depois das eleições de 2016. “Eu não me importo de falar sobre isso, já disse que se eu ficasse aqui em São Luís todo dia reclamando do prefeito, sei lá reclamando do vereador, então hoje o gestor não pode falar que eu atrapalhei ele em nenhuma palavra se quer, então é isso, hoje as pessoas são exigentes, são inteligentes e também vão ver direitinho e comparar as situações. As pessoas vão poder avaliar isso muito bem, eu estou tranquilo, tudo que eu levo e trago para São Luís são coisas sérias, com responsabilidade e com a intenção que querer o melhor para essa cidade e para o povo. E eu já mostrei isso outras vezes, então quando a gente fala com sinceridade e com a verdade, nós mostramos as coisas que realizamos. Nossa vontade é de fazer e de acreditar nas oportunidades para as pessoas, as vezes a gente não sabe fazer isso porque se preocupa tanto em fazer um serviço, em fazer tanto o que a gente vem fazendo nos longos anos e esquece de mostrar de divulgar e as vezes as pessoas nem sabe. Tem gente na zona rural, nos setores mais afastados que não sabe da Hering, não sabe de muitas coisas que aconteceram em São Luís e a gente pecou por não divulgar. Então eu acho que isso que foi o nosso pecado”, disse.

Sobre um projeto de união entre as lideranças locais nas eleições de 2022, quando poderão ser lançadas na cidade duas candidaturas, uma a deputado estadual e outra a deputado federal, Tatico falou sobre o assunto. As possibilidades são muito grandes. Eu penso que São Luís precisa desenvolver, um carro, por exemplo, você põe a primeira marcha e pode andar o dia inteiro com essa primeira marcha, então eu acho que São Luís hoje está assim. Na possibilidade dessa união, poderemos ter um deputado estadual e um representante maior em Brasília.  Assim, pensar em coisas muito melhores para nossa região, desde o primeiro momento que eu entrei na politica em 2000, eu falava muito nisso. Podemos fazer a região e a cidade crescer. Eu me lembro do que o senhor João Ferreira, uma pessoa que veio de Rio Verde  para São Luís, me falou que quando precisava comprar um carro lá em Rio Verde ele tinha que vir até São Luís porque lá não tinha concessionária e aqui tinha, pra você ver São Luís era mais importante do que Rio Verde e eu procurei naquela época recuperar o tempo perdido, eu acho que eu dei um avanço muito grande e hoje essa possibilidade de unir todos em 2022, um de nós ser deputado federal e o outro ser deputado estadual, vamos colocar São Luís pra frente. E quando se tratar de São Luís ter que brigar com outras regiões, nós temos que nos unir aqui e fazer com que todos defendam São Luís e vamos todo mundo trabalhar em prol da cidade”, pontuou.

Essa foi uma parte da entrevista concedida por Edmilson Tatico à Rádio Ativa FM, conduzida pelo radialista Erildo Pereira. Ouvintes indagaram ao ex-prefeito por que a sua esposa, Mércia Tatico, que é a pré-candidata, não estar no programa em seu lugar. Edmilson respondeu é exatamente pelo de ela ser pré-candidata por força da legislação ela está impedida de participar de entrevistas em emissoras ou qualquer meio de comunicação. Confira abaixo o vídeo com parte da entrevista.

QUEM JÁ VIU TÁ SABENDO, QUEM NÃO VIU TÁ PERDENDO!!!JORNAL ATIVA COMUNIDADE Um jeito diferente e irreverente de apresentar NOTÍCIAS COMPARTILHE!!!…PARTICIPE E GANHE PRÊMIOS!!!

Posted by Erildo Ativa on Wednesday, September 9, 2020

Por: Edivaldo do Jornal

PROPAGANDA

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on email