São Luís: Professor João Dutra não teve morte causada pela Dengue

No último dia 21, domingo passado, a morte do professor João dos Santos Dutra, 73, conhecido também por “Professor João Dutra”, chocou e deixou triste boa parte da população de São Luís de Montes Belos. Na ocasião foi ventilada a possibilidade de a morte ter sido provocada por Dengue Hemorrágica. Pelo alto número de casos registrados na cidade, a notícia causou um certo alarde.

Na manhã desta quarta-feira, 24, a filha do Professor Dutra, Mara Dutra entrou em contato com a direção do Jornal A Voz do Povo e encaminhou uma nota onde ela esclarece a causa da morte do pai. Uma forte hemorragia. Acompanhe abaixo, na íntegra, a nota.

“A dor de perder alguém que amamos é a mais terrível de todas, mas as orações, gestos e palavras de carinho estão ajudando demais.

 

Eu, mamãe, minha irmã, cunhado, filhos e sobrinhos agradecemos profundamente a todos.

 

Perdi meu pai Professor João dos Santos Dutra, meu herói, meu Porto Seguro. Ainda estamos fragilizados demais, porém busquei forças em Deus para falar sobre esse momento tão difícil, visto que equivocadas circulando na mídia local, em sites de notícias e em grupos de WhatsApp, os quais informam como causa da morte Dengue Hemorrágica, notícia que não condiz com a realidade e causou espanto, dor e sofrimento ainda maior para minha família.

 

Por isso quero retificar essa informação, papai estava bem e cuidando da minha mãe que realmente está com dengue, por isso tantas idas e vindas ao hospital.

 

Na madrugada de sábado ele teve uma diarreia repentina e percebeu um pequeno sangramento, como não havia dor não se preocupou, inclusive voltou a dormir. Mas ao acordar teve mais um pequeno sangramento e foi imediatamente levado para emergência, na Clínica Vital, onde foi muito bem atendido, gratidão pela competência, carinho e atenção dos profissionais que cuidaram do papai.

 

Foram vários exames, estava apenas com glicose um pouco alta e a pressão arterial baixa, mas a hemorragia estava aumentando.

 

Quero, então, deixar bem claro que as reais causas que ocasionaram o falecimento, comprovaras em laudo, foram:

 

  • Insuficiência respiratória aguda,
  • Choque hipovolêmico e
  • Hemorragia gastrointestinal.

 

Ressalto que os procedimentos médicos necessários foram realizados, porém Deus precisava dele e o levou.

 

A dor é tremenda, mas vai passar e virar saudades, foram inúmeros momentos felizes, “meu papito” assim que eu o chamava, viveu 73 anos intensamente, sempre alegre e disposto ajudar.

Exemplo de vida, quero honrá-lo muito por tudo que ele fez para nós e por nós.

 

O céu está em festa!

 

“Papito, descanse em paz, sua missão aqui na terra foi perfeitamente cumprida; te amamos para sempre!”.

 

Por favor, compartilhem para que todos saibam que não foi dengue e nem covid-19, o professor João Dutra faleceu por causa de uma forte hemorragia”.

Assinado: Mara Dutra

Enquanto a população e as autoridades da área de saúde pública concentravam as atenções somente no novo Coronavírus, o mosquito Aedes Aegypti, causador da Dengue e de outras doenças tão graves quanto, fazia a festa por toda a cidade. No mês de janeiro desse ano 360 casos foram notificados, somando com fevereiro, o total poderá ultrapassar 700. Desse total, cerca de 80% deram positivos.

Por: Edivaldo do Jornal

PROPAGANDA

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on email