Sargento da reserva remunerada da PM morre de Covid-19, em Goiânia

Cláudia Pereira, de 48 anos, ficou internada por uma semana lutando contra a doença.

Terceira sargento da Polícia Militar, a policial Cláudia Pereira Barbosa de Oliveira, de 48 anos, que também era pastora evangélica, morreu de Covid-19, na quinta-feira (10), em Goiânia. Ela ficou internada por sete dias em um hospital particular da capital lutando contra a doença.

De acordo com a PM, Cláudia iniciou a carreira na corporação em 1998, onde permaneceu até 2015. Desde então, ela fazia parte da reserva remunerada.

Em nota, a PM manifestou os sentimentos pela partida “dessa profissional exemplar e pessoa tão querida.”

Cláudia deixa o marido e dois filhos. O sepultamento está marcado para a tarde desta sexta-feira (11), no Cemitério Parque Memorial, em Goiânia.

Casos de Coronavírus

Dados divulgados pelo Hospital da Polícia Militar (HPM) mostram que 13 policiais militares morreram em decorrência da Covid-19. Outros 17, da reserva remunerada, incluindo a terceira sargento, também perderam a luta para a doença.

Segundo o boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) nesta quinta-feira (10), desde o início da pandemia, em meados de março, 157.180 pessoas já foram vítimas da Covid-19. Em 24 horas, outros 4.062 casos já tinham sido confirmados.

Fonte: G1/Goiás

PROPAGANDA

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on email